Publicidade:

Combustíveis podem faltar de novo: greve marcada para 23 de maio

Sindicato de Motoristas entende que a ANTRAM está de má-fé nas negociações e, por isso, já marcou nova greve para 23 de maio e por tempo indeterminado.

Combustíveis podem faltar de novo: greve marcada para 23 de maio
Governo já está em campo para tentar travar a greve

As negociações entre a Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM) e Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) fracassaram.

A estrutura sindical acusou a ANTRAM de mentir em relação ao aumento salarial proposto pelos motoristas. Isto depois da ANTRAM ter divulgado que o aumento proposto pelo SNMMP foi de 700 euros mas, o presidente do sindicato, em declarações à TSF, afirmou que os patrões estão “a agir de má-fé” e que essa afirmação é “totalmente falsa”. Ou seja, que os motoristas nunca avançaram com essa proposta.

Assim sendo, os motoristas romperam com as negociações e já marcaram uma nova greve para o dia 23 de maio, com início às 00h01, e por tempo indeterminado.

Sabe-se, contudo, que o Governo já entrou em conversações com patrões e sindicato, tendo como expectativa travar a greve.

Veja também:

O E-Konomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O E-Konomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].