Publicidade:

Crédito Consolidado e Crédito Pessoal: conheça as diferenças

Precisa de dinheiro, mas não sabe o que escolher se tiver de optar entre Crédito Consolidado e Crédito Pessoal? Perceba aqui quais são as diferenças.

Crédito Consolidado e Crédito Pessoal: conheça as diferenças
Diferenças entre Crédito Consolidado e Crédito Pessoal

Precisa de escolher entre Crédito Consolidado e Crédito Pessoal mas não consegue fazê-lo por não perceber as diferenças entre um e outro? Conheça melhor cada uma destas opções, inclusive vantagens e desvantagens, e perceba em que situações deve recorrer a um ou a outro.

Diferenças entre Crédito Consolidado e Crédito Pessoal

crédito consolidado e crédito pessoal

Crédito Consolidado: que é e como funciona?

O Crédito Consolidado, uma alternativa financeira criada com a finalidade de permitir às famílias a redução das suas prestações com créditos, é uma solução que tem vindo a ganhar cada vez mais popularidade. Este tipo de crédito é uma solução personalizada para os cidadãos e transforma vários créditos num só mesmo que sejam de diferentes bancos, o que permite ao seu utilizador pagar uma mensalidade mais baixa e ver assim reduzidas as despesas financeiras mensais do orçamento familiar.

Tal acontece porque os prazos de pagamento são alargados no Crédito Consolidado, o que faz com que o consumidor passe a pagar apenas uma prestação, sempre abaixo da soma das prestações de todos os créditos. Esta solução é ideal para clientes com empréstimos pessoais e cartões de crédito. Crédito Consolidado com hipoteca e Crédito Consolidado sem hipoteca são as duas modalidades existentes.

Uma das diferenças entre Crédito Consolidado e Crédito Pessoal reside no facto de a entidade que disponibiliza o Crédito Consolidado comprar as dívidas do cliente às respetivas entidades, passando este a pagar apenas uma mensalidade a um único credor. No entanto, a dívida total acaba por aumentar devido à agregação de todos os créditos e ao valor cobrado pela prestação do serviço. O Crédito Pessoal não foi criado para servir exatamente a estas necessidades, como poderá perceber mais à frente.

O que é exigido ao cliente

Outra diferença entre Crédito Consolidado e Crédito Pessoal está em a pessoa que tiver pedido o Crédito Consolidado ter habitualmente de dar a habitação como garantia. Esta será hipotecada em caso de incumprimento das cláusulas do serviço. Mas existem também entidades que concedem o crédito sem pedirem uma garantia hipotecária.

Principal público-alvo do Crédito Consolidado

As pessoas sobreendividadas ou em risco de sobre-endividamento podem pedir o Crédito Consolidado. Quem se encontra endividado e pretende simplificar os seus créditos ou poupar, também pode recorrer a esta solução. Não é público-alvo aquele que for um devedor com cadastro penalizado, pois não conseguirá que lhe seja concedido um Crédito Consolidado se tiver prestações em atraso ou incidentes bancários. Este requisito é uma das poucas semelhanças entre Crédito Consolidado e Crédito Pessoal.

Vantagens

  • Permite gerir melhor as suas finanças pessoais, uma vez que tem apenas uma prestação e uma data de pagamento;
  • Prazo de pagamento prolongado;
  • Menor taxa de juro;
  • Simplificação do pagamento dos créditos;
  • Mensalidade mais baixa do que o somatório das prestações (entre 50 a 60%);
  • Possibilita a redução da taxa de juro média, principalmente se tiver vários créditos de curto prazo.

Muitas destas vantagens aumentam o nível de poupança, e outro benefício desta modalidade é o facto de ser mais cómoda, pois tem uma única prestação mensal, numa data fixa, e é feita a um único credor e sem ter de mudar de banco.

Desvantagens

  • Reembolso antecipado penalizado: se pagar antecipadamente um valor em dívida com um Crédito Consolidado, irá sofrer uma penalização;
  • Prazo de pagamento mais longo: apesar de parecer vantajoso pagar menos todos os meses, o prazo de pagamento tornar-se-á mais extenso ao unir todos os créditos;
  • Mais juros.

Tenha em atenção os juros que irá pagar quando escolher o seu Crédito Consolidado. Não se esqueça de verificar também o prazo de pagamento desse crédito, pois quanto maior este for, mais juros lhe trará, uma vez que a fatia de amortização do empréstimo é menor. E se for um cliente de risco, demonstrando problemas financeiros para pagar os créditos, o banco irá cobrar-lhe um spread mais elevado.

O melhor é fazer as contas e tentar perceber se ao aderir ao Crédito Consolidado irá ou não fazer com que pague mais no final do que a soma dos créditos iniciais.

Crédito Pessoal: o que é e como funciona?

Outra das diferenças entre Crédito Consolidado e Crédito Pessoal é que o Crédito Pessoal, também conhecido por Crédito ao Consumo ou Crédito a Particulares, disponibiliza na conta depósitos à ordem com o objetivo de vir a financiar a aquisição de qualquer tipo de serviço ou bem móvel. As finalidades deste tipo de crédito são diversas, podendo estar relacionadas com despesas de primeira necessidade, segunda necessidade, eventuais ou de luxo, como por exemplo:

  • Crédito Pessoal de Primeira Necessidade: saúde, educação, mobiliário para habitação, eletrodomésticos para habitação e automóvel.
  • Crédito Pessoal de Segunda Necessidade: férias ou viagens, lazer, motos e motociclos.
  • Crédito Pessoal Para Despesas Eventuais: pagamento de impostos, multas e coimas, casamento, concertos em habitação ou automóveis.

Existem prazos para cada uma das finalidades de Crédito Pessoal acima referidas, sendo alguns deles:

  • Mobiliário e eletrodomésticos: 2 a 5 anos
  • Obras: 3 a 8 anos
  • Viagens: 6 meses a 1 ano
  • Automóvel: 4 a 6 anos

O reembolso deste tipo de crédito pode ser realizado em prestações constantes, prestações constantes com carência de capital ou prestações constantes de capital. Saiba que ao contratar um Crédito Pessoal com prestações constantes terá prestações com um valor constante ao longo de todo o prazo. Só existe a possibilidade de as mesmas variarem se o crédito contiver uma revisão da taxa de juro.

O que é exigido ao cliente

Para um cliente conseguir pedir dinheiro emprestado, através da solicitação de um Crédito Pessoal, é necessário que preencha alguns requisitos, entre eles:

  • Estar efetivo no seu trabalho;
  • Não estar de baixa, uma vez que só lhe darão crédito quando o caso estiver regularizado;
  • Mostrar garantias, como uma taxa de esforço até 40%/50%;
  • Não ter efetuado nenhum incumprimento;
  • Não ter o seu nome no Banco de Portugal.

Principal público-alvo do Crédito Pessoal

Este crédito é bom para quem precisa de dinheiro rápido e pretende de um serviço que exija poucas garantias. Dependendo da instituição, poderá ter o dinheiro disponível em menos de uma semana, mas quanto maior for a quantia solicitada por si, maior será o critério do banco para avaliar o seu pedido.

Vantagens

  • O Crédito Pessoal exige poucas garantias;
  • Maior rapidez e facilidade em obter dinheiro em pouco tempo, sem burocracias demoradas;
  • Este crédito pode ser obtido via online;
  • Flexibilidade de uso, podendo ser utilizado em diversas situações;
  • Prazos de pagamento flexíveis;
  • Muitos dos empréstimos pessoais permitem que a quantia pedida seja mais tarde aumentada.

Desvantagens

  • Taxas de juros elevadas, que podem chegar por vezes aos 30% em troca do empréstimo de um montante algo reduzido;
  • O acesso facilitado a este tipo de empréstimo pode levar o cliente a endividar-se e a acumular vários créditos;
  • Penalizações elevadas no caso de incumprimento;
  • Custos de contrato elevados.

Crédito Consolidado e Crédito Pessoal: a qual deve recorrer?

De forma resumida, as diferenças entre Crédito Consolidado e Crédito Pessoal têm a ver com o Crédito Consolidado ser mais solicitado por pessoas sobreendividadas ou em risco de sobreendividamento, uma vez que necessitam urgentemente de se livrar dessas dívidas.

Há também a vantagem de simplificarem os seus créditos através de um Crédito Consolidado. Já no Crédito Pessoal, as pessoas podem pedi-lo para cumprirem determinadas obrigações financeiras pendentes ou conseguirem tratar de despesas inesperadas, bem como usá-lo por motivos de lazer, como a realização de uma viagem.

Antes de optar por qualquer um deles, Crédito Consolidado e Crédito Pessoal, o melhor é comparar todas as suas diferenças, inclusive vantagens e desvantagens, e perceber assim qual se adequa melhor às suas necessidades.

Veja também:

Cátia Tocha Cátia Tocha

Formada em Ciências da Comunicação pela Universidade Autónoma de Lisboa, onde concluiu Licenciatura e Mestrado, começou o seu percurso como jornalista na Rádio. Hoje, escreve sobre diferentes áreas e tem já alguns anos de experiência na escrita para meios online.