Publicidade:

Coficab vai criar cerca de 300 postos de trabalho na Guarda

Coficab, multinacional de origem tunisina, vai investir 30 milhões de euros na construção de uma nova unidade industrial na Guarda.

Coficab vai criar cerca de 300 postos de trabalho na Guarda
Investimento de 30 milhões de euros em nova fábrica

A Câmara Municipal da Guarda anunciou que a Coficab, multinacional de origem tunisina, vai investir 30 milhões de euros na construção de uma nova unidade industrial na Guarda – empreendimento que criará cerca de 300 postos de trabalho.

Segundo o presidente da autarquia, Álvaro Amaro, o novo projeto da Coficab Portugal – Companhia de Fios e Cabos Lda., vai funcionar na Plataforma Logística da Guarda e “irá dedicar-se ao desenvolvimento de cabos para automóveis com a tecnologia 4.0”.

O anúncio do investimento, explica o município, foi feito pela empresa na cerimónia de escritura pública de aquisição de lotes, com um total de 28 mil metros quadrados. Álvaro Amaro refere que o investimento da Coficab é “uma boa notícia para a economia da Guarda” e “do país”.

O presidente da câmara espera que a multinacional, que já está instalada na Guarda, em Vale de Estrela, “sirva de exemplo a outras empresas e ao próprio Estado português”.

“Que se veja neste caso da Coficab um bom exemplo para que as empresas e o emprego aumentem na Guarda e noutras regiões do interior do país. Porque é assim que se desenvolve o território de uma forma equilibrada”, acrescentou.

Para o presidente da Câmara Municipal da Guarda, o investimento “é estratégico e fulcral, ainda por cima, num ‘cluster‘ tão importante como o da indústria automóvel, neste caso na área das cablagens e da investigação, que pode potenciar o emprego especializado envolvendo também as universidades e os politécnicos destas regiões”.

O projeto denominado Coficab – ECAD deverá entrar em funcionamento em maio de 2019 e terá por base o desenvolvimento tecnológico em três vertentes: eletrificação, conetividade e condução autónoma.

Hichem Elloumi, CEO da Coficab, explica que o grupo “investe na Guarda desde 1993 e tem sido um sucesso”.

A nova unidade industrial que será criada na Guarda é considerada “um importante investimento” da multinacional, que atualmente trabalha com as principais marcas de automóveis do mercado e que tem na cidade mais alta do país, incluindo este novo projeto, “cerca de 100 milhões de investimento”.

A primeira unidade fabril que o grupo instalou na Guarda foi na década de 1990 e “depressa se tornou numa das mais importantes do grupo”.

“A Guarda é para nós, também, a porta de entrada para o nosso desenvolvimento global e tecnológico. Por isso, hoje somos os líderes na produção de cabos para a indústria automóvel. Estamos presentes em quatro continentes com 12 fábricas, da China aos Estados Unidos. A Guarda foi mesmo muito importante para o nosso sucesso”, afirmou.

A nova unidade industrial da Coficab é da autoria do arquiteto João Madalena, da Guarda, que venceu um concurso de ideias promovido pela empresa e ao qual concorreram quatro candidatos.

Veja também: