Publicidade:

Instituto da Segurança Social tem cerca de 200 vagas para preencher

O Instituto da Segurança Social abriu concursos e está a recrutar 41 técnicos superiores e 150 assistentes técnicos, em Lisboa. Saiba mais!

Instituto da Segurança Social tem cerca de 200 vagas para preencher
Candidaturas terminam a 29 de agosto

O Instituto da Segurança Social tem vários procedimentos concursais em aberto e está a recrutar 41 técnicos superiores, licenciados em várias áreas, e 150 assistentes técnicos com o 12.º ano ou curso equiparado.

As vagas são em Lisboa e distribuem-se pelos Serviços Centrais, Centro Distrital de Lisboa, Centro Nacional de Pensões e Centro Distrital de Setúbal da Segurança Social.

A modalidade de contrato de trabalho em funções públicas é por tempo indeterminado e podem candidatar-se indivíduos com ou sem relação jurídica de emprego público previamente constituída. O prazo para candidaturas termina a 29 de agosto.

Concursos Instituto da Segurança Social


O Instituto da Segurança Social está a recrutar um técnico superior para o Departamento de Proteção Contra os Riscos Profissionais (DPCRP). Os candidatos devem possuir licenciatura classificada com o Cód. 862 das áreas de formação da CNAEF – Classificação Nacional de Áreas de Educação e Formação (Portaria n.º 256/2005, de 16 de março).

2 vagas para técnico superior no Departamento de Desenvolvimento Social dos Serviços Centrais. São procurados licenciados em Serviço Social/ Política Social.

A Segurança Social tem também 2 vagas para técnico superior no Centro Nacional de Pensões e 9 para os Serviços Centrais e pretende recrutar licenciados nas áreas de Economia, Contabilidade, Contabilidade e Administração, Gestão e Gestão de Empresas.

Há ainda vagas para 36 técnicos superiores com licenciatura em Direito que vão exercer funções no Centro Distrital de Lisboa, no Centro Nacional de Pensões e nos Serviços Centrais do Instituto da Segurança Social.

Por fim, o Instituto da Segurança Social pretende recrutar 150 assistentes técnicos. 40 vagas são no Centro Distrital de Lisboa, 65 para o Centro Nacional de Pensões, nos Serviços Centrais são 35 e no Centro Distrital de Setúbal são 10 vagas.

Para candidatar-se deve ter o 12.º ano de escolaridade ou curso que lhe seja equiparado.

Formalização das candidaturas

As candidaturas devem ser formalizadas através do preenchimento de formulário eletrónico, disponível na página do Instituto da Segurança Social, e submetidas via online.

Os candidatos devem anexar ao formulário de admissão ao processo de seleção, digitalizado e legível, em formato pdf, comprovativo das habilitações literárias.

Se pretende saber mais ou candidatar-se, consulte aqui a página do Instituto da Segurança Social.

Veja também:

Saiba tudo sobre emprego