Publicidade:

Fazer compras no Instagram? Sim, vai ser possível

Gostava de fazer compras a partir do Instagram? Nos EUA, já é possível fazê-lo através de uma nova funcionalidade que deverá chegar a Portugal em breve.

Fazer compras no Instagram? Sim, vai ser possível
Conheça o novo serviço da plataforma

Viu uma peça de roupa que quer comprar, ou aquelas sapatilhas cujo modelo não conhece…? Em breve não vai precisar de ir a correr para os sites oficias das marcas à procura daquele produto que quer comprar. O novo serviço do Instagram vai permitir-lhe fazer compras diretamente a partir da app e já está disponível em algumas marcas.

Checkout: a app para fazer compras no Instagram


Checkout on Instagram” é a nova funcionalidade in-app desenvolvida pela empresa para que possa fazer compras diretamente a partir desta rede social.

Quantas vezes guardou publicações ou navegou no browser à procura daquela camisola que adorou? Pelo menos algumas vezes, mas esse é um tempo que não terá de desperdiçar graças ao novo serviço e-commerce do Instagram, já adotado por algumas marcas bem conhecidas. Este era um passo natural para a empresa, que recentemente introduziu uma função que permite saber automaticamente o preço de determinado produto.

Os preços dos produtos que pode consultar são assinalados por pequenas bolas brancas que, depois de pressionadas, revelam o valor a si associado. No entanto, até aqui, não era possível fazer a compra propriamente dita a partir da própria app, mas isso já é possível graças ao Checkout on Instagram.

Como comprar?

instagramFonte da Imagem: Instagram/Divulgação

Agora, ao ver um produto que gosta e quer comprar na página oficial de uma marca, notará a presença de um pequeno ícone no canto inferior esquerdo da foto: um cesto de compras. Esse é o botão do Checkout on Instagram que, depois de carregado, informa o utilizador sobre o preço do produto.

Ao carregar no preço propriamente dito terá acesso a um outro menu onde pode escolher a cor, o tamanho, entre outros parâmetros aplicáveis. Depois de definir as suas preferências, deve introduzir o seu nome, e-mail, morada de entrega/faturação, bem como o método de pagamento.

É claro que basta preencher estas informações uma vez, normalmente no primeiro pagamento, para que os seus dados fiquem memorizados na aplicação. Em compras futuras, só terá de confirmar toda a informação e editar algum campo se assim entender.

Em comunicado oficial, o Instagram garante que toda a informação ficará guardada de forma segura, para que nunca se preocupe com a mesma em caso algum. Após a compra, receberá notificações e updates diretamente na aplicação, para que possa fazer o tracking da sua encomenda a qualquer altura.

Para já, o serviço só está disponível nos EUA, em versão de testes. Só depois, em período a anunciar pelo Instagram, é que esta funcionalidade se estenderá aos restantes países e continentes. Contudo, já são muitas as marcas que já aderiram ao Checkout on Instagram, confira algumas:

  • Adidas;
  • Anastasia Beverly Hills;
  • Balmain;
  • Burberry;
  • ColourPop;
  • Dior;
  • H&M;
  • Huda Beauty;
  • KKW;
  • Kylie Cosmetics;
  • MAC Cosmetics;
  • Michael Kors;
  • NARS;
  • Nike;
  • NYX Cosmetics;
  • Oscar de la Renta;
  • Ouai Hair;
  • Outdoor Voices;
  • Prada;
  • Revolve;
  • Uniqlo;
  • Warby Parker;
  • Zara.

É importante que saiba, ainda, que esta funcionalidade não estará disponível em publicações patrocinadas nem em Stories, as publicações do Instagram que duram apenas 24 horas. Para fazer uma compra propriamente dita, terá de o fazer numa publicação normal, na conta oficial de uma marca.

Espera-se que, após a fase de testes, outras marcas façam parte deste “programa” de compras, no qual não se sabe qual a quantia que o Instagram (ou, neste caso, o Facebook) irá amealhar por cada compra feita através da aplicação.

Este é um serviço que representa, assim, uma nova fonte de rendimento não só para o Instagram, mas também para o Facebook, de quem se espera a introdução do mesmo serviço (ou outro semelhante) num futuro próximo – isto porque o Facebook é a empresa que detém o Instagram.

Veja também:

Luísa Santos Luísa Santos

Licenciada em Ciências da Comunicação - Jornalismo, Mestre em Multimédia, cantora sem diploma nas horas livres. Trabalha atualmente em Marketing e Comunicação, é viciada em redes sociais e fervorosa adepta do desenrasque.