Publicidade:

Indústria do calçado cria emprego: há 700 postos

Indústria do calçado cria emprego com projetos de investimentos aprovados no âmbito do Portugal 2020. Iniciativa vai permitir novos 700 postos.

Indústria do calçado cria emprego: há 700 postos
Investimentos aprovados pelo Portugal 2020

A indústria do calçado cria emprego através de 107 projetos que submeteu e foram aprovados no âmbito do Portugal 2020. Este projetos pressupõem um investimento de 47 milhões de euros e vão permitir criar 700 novos postos de trabalho.

Com o arranque do novo quadro comunitário de apoio, o setor do calçado espera ver crescer as exportações em 130 milhões de euros nos próximos anos. Do valor total de apoio, 39% vai ser utilizado na aquisição de novos equipamentos para a produção e também na construção ou ampliação de unidades fabris.

Indústria do calçado cria emprego, mas falta a mão-de-obra


Em 2017, foram criadas 10 novas fábricas de calçado. O setor, desde 2010, passou de cerca de 33 mil trabalhadores para mais de 40 mil no último ano. Atualmente, a principal dificuldade referida é que a indústria do calçado cria emprego, mas não encontra mão-de-obra qualificada e disponível.

A principal estratégia do setor para combater a falta de trabalhadores e conseguir recrutar mão-de-obra qualificada, refere Luís Onofre ao Diário de Notícias, atual presidente da associação do calçado (APICCAPS), passa por “trabalhar com os centros de emprego no sentido de captarmos desempregados para fazerem cursos profissionais no nosso centro de formação“.

No âmbito do Portugal 2020, há ainda a destacar os 2 milhões de euros destinados à contratação de licenciados e os 977 mil euros para apostar na presença online através da economia digital.

As empresas do setor vão beneficiar, assim, de apoios para a criação e valorização de marcas próprias, contratação de equipas técnicas especializadas no exterior, catálogos e campanhas, com realização de campanhas de marketing digital e criação de sites e lojas de venda online.

Desta forma, a indústria do calçado cria emprego nas diferentes empresas que submeteram os seus projetos e viram estes investimentos serem aprovados pelo novo quadro comunitário de apoio.

Veja também: