Publicidade:

Web Summit: carros voadores vão alterar a mobilidade das cidades já em 2025

Os carros voadores vão alterar a mobilidade das cidades e aproximar regiões já em 2025, defendeu Remo Gerber, fundador da Lilium Aviation.

Web Summit: carros voadores vão alterar a mobilidade das cidades já em 2025
Foto: Flickr / Web Summit / Web Summit 2018 - Media / CC BY 2.0

“Daqui a seis anos, em 2025, é bem possível que esta tecnologia esteja implementada. Vamos reorganizar a mobilidade nas cidades. As regiões vão estar mais conectadas, não será mais preciso criar mais estradas”, disse Remo Gerber, fundador da Lilium Aviation, durante o painel “Fying cars and cities of the future”.

Numa sala apinhada para ouvir o especialista em carros voadores, o fundador da Lilium Aviation uma startup norte-americana, explicou que está atualmente a projetar e a fabricar o Jet Lilium, um carro de decolagem e aterrissagem vertical elétrico (eVTOL).

O responsável partilhou a sua visão da solução de mobilidade aérea que irá “revolucionar a forma como as pessoas se deslocam nas cidades”, onde facilmente se poderá demorar apenas 10 minutos num percurso que agora se faz numa hora.

“As regiões também vão estar mais conectadas a áreas mais metropolitanas. A capacidade do espaço é tremenda, ilimitada. O que trará minimalismo às infraestruturas”, avançou.

Remo Gerber explicou ainda que o carro voador “não fará o som de um helicóptero a voar”, e será “mais fácil de manter, mais fácil para ‘pilotar’”, garantindo que será igualmente “muito seguro” para viajar.

O responsável lembrou ainda que será possível “economizar milhares de milhões de euros em infraestruturas”, já que não será necessário construir mais estradas.

Gerber salientou também que os cidadãos vão poder colaborar na mudança, trazendo “um novo paradigma ao sistema de transporte”.

A cimeira tecnológica, de inovação e de empreendedorismo Web Summit nasceu em 2010 na Irlanda e mudou-se em 2016 para Lisboa, devendo permanecer até 2028 no Altice Arena (antigo Meo Arena) e na Feira Internacional de Lisboa (FIL), em Lisboa.

Nesta terceira edição do evento em Portugal são esperados cerca de 70 mil participantes de mais de 170 países. A edição deste ano termina na quinta-feira.

Veja também: