ebook
GUIA DO IRS
Patrocinado por Reorganiza
Marta Maia
Marta Maia
21 Jun, 2022 - 09:52

10 sinais de que o site de compras é uma fraude

Marta Maia

Saiba identificar os sinais de que um site de compras é uma fraude e mantenha-se seguro nas transações online.

Sinais de que o site de compras é uma fraude

Fazer compras online já era um hábito de muitos portugueses nos últimos anos, mas a pandemia, os períodos de confinamento e as restrições à entrada nas lojas veio converter ainda mais consumidores ao conforto do sofá.

Este aumento de popularidade das compras online, contudo, levou também a um aumento das fraudes. Os novos e inexperientes utilizadores das plataformas digitais são também vítimas perfeitas para os menos bem intencionados.

Sabendo, à partida, que todos corremos o risco de ser enganados, há uma série de sinais de que um site de compras é uma fraude. Estar atento a estes sinais vai ajudá-lo a manter-se seguro e a evitar cair em esquemas fraudulentos.

Sinais de que o site de compras é uma fraude

1

Erros gramaticais e ortográficos

A internet é uma realidade global e isso aplica-se tanto aos utilizadores regulares como aos burlões. Muitos sites de compras fraudulentos são criados por grupos estrangeiros que, por não falarem português, recorrem a ferramentas de tradução automática.

O resultado são sites com frases agramaticais (“Você ganhar prémio para ti”), erros de concordância (“Veja a melhor ofertas”) e outras falhas fáceis de identificar.

Se notar que o site onde está tem bastantes erros (mais do que dois na mesma página), desconfie.

2

Ausência de certificado de segurança

Este é um dos principais sinais de que um site de compras é uma fraude. Graças às regras do Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD), as empresas que vendem online têm muito cuidado com a privacidade dos consumidores e investem em sistemas de segurança virtual para evitar o roubo de dados.

Os certificados de segurança são um dos sistemas de proteção essenciais para qualquer loja online. Para saber se um site tem um certificado de segurança ativo, observe o endereço da página: deve começar por “HTTPS” e não por “HTTP”. Em alguns navegadores também surge o símbolo de um cadeado quando a navegação naquela página é segura.

3

Domínio incomum ou incoerente

O domínio ou endereço de uma página deve ser transparente e coerente com o conteúdo. Se, por exemplo, está numa página que vende óculos de sol mas que tem o domínio “produtoscomdesconto.pt”, tenha cautela e não forneça dados pessoais.

Outro dos sinais de que um site de compras é uma fraude é um domínio ligeiramente alterado. Tem sido comum a criação de páginas-espelho de marcas conhecidas, que usam um endereço parecido com o original. Se o endereço da página onde está tem o nome da marca, mas acrescenta outros elementos (como palavras ou letras), então não continue a sua compra.

4

Redirecionamento na hora de pagar

Sites que o redirecionam para páginas com domínios distintos na hora de pagar requerem sempre maior cautela.

Se é certo que alguns sites nos encaminham para as páginas dos sistemas de pagamento (como a Meo Wallet, por exemplo), é igualmente verdade que grande parte das vezes esse reencaminhamento é feito para páginas menos fiáveis.

Se não conhece bem a página para onde foi direcionado ou não tem absoluta certeza da segurança da operação, não continue.

5

Solicitação de mais informações do que as necessárias

Querer saber mais sobre si do que é preciso para lhe vender o produto é um dos sinais de que o site de compras é uma fraude. Se, em algum momento da sua compra, sentir que está a fornecer informações que não são necessárias para aquele negócio, cancele a operação.

6

Solicitação de dados pessoais “fora de tempo”

Não faz sentido que tenha de revelar dados pessoais quando ainda só está a ver produtos. Se uma página insiste em ter informação sua ainda antes de saber se vai, de facto, comprar alguma coisa… desconfie.

7

Inexistência de política de privacidade

Com tantas normas impostas pelo RGPD, não há marca que venda produtos online e que não tenha uma política de privacidade publicada no site em lugar bem visível.

Sites que não têm política de privacidade não querem assumir responsabilidade sobre os seus negócios e devem ser evitados.

8

Ausência de contactos

Por muito intuitiva que seja uma loja online, tem de haver sempre um canal de suporte para ajudar os clientes com as suas compras. Se não encontra os dados do vendedor em lado nenhum, não faça compras naquele site.

9

Descontos bons demais para ser verdade

Já se sabe que ninguém abre um negócio para perder dinheiro, que é o que acontece quando se vende um produto abaixo do custo de produção. Se uma página lhe promete descontos que são bons de mais para ser verdade… é porque não são mesmo de verdade.

Preços muito baixos (reduzidos em 70% ou mais), sobretudo se acontecerem em praticamente todos os produtos daquela página, são um dos sinais de que o site de compras é uma fraude.

Lembre-se que as lojas legítimas até podem fazer descontos consideráveis, mas nunca em mais do que um ou dois produtos do catálogo e, certamente, nunca em produtos acabados de lançar no mercado.

10

Impossibilidade de pagar com cartão de crédito

As transações com cartão de crédito são sujeitas a vários mecanismos de segurança e por isso não interessam aos burlões, que preferem pedir-lhe dinheiro diretamente.

A impossibilidade de pagar com cartão de crédito, acompanhada da exigência de transferência bancária, pagamento por Multibanco ou até débito direto é sinal de que algo não está bem.

Já agora, esteja também atento às burlas com MB Way: nunca precisa de ir ao Multibanco para pagar com MB Way nem tem de inserir o número de telefone do vendedor em lado nenhum. É só abrir a aplicação, confirmar o valor que aparece lá e autorizar o pagamento.

O que fazer se detetar que um site de compras é uma fraude?

Se detetar sinais de que um site de compras é uma fraude, deve alertar logo as autoridades para que haja uma investigação e, a confirmar-se a ilegalidade, o site seja desativado.

No caso de o site fraudulento ser um site-espelho de uma marca legítima, deve alertar a própria marca para o caso.

Por uma questão de solidariedade com os outros utilizadores, deve também deixar revisões ao site nas plataformas próprias, alertando os consumidores para que não caiam no esquema.

Veja também