Ekonomista
Ekonomista
10 Jan, 2023 - 12:01

Tabelas do Imposto Único de Circulação (IUC) para 2023

Ekonomista

Em 2023, o IUC vai pesar mais no seu bolso. Para que possa calcular o montante a pagar, consulte as tabelas do Imposto Único de Circulação.

As tabelas do Imposto Único de Circulação (IUC) são definidas anualmente e inscritas no Orçamento de Estado. São estas que determinam o montante de imposto a pagar nesse ano pelos proprietários de automóveis ou veículos motorizados.

Na generalidade dos casos, o montante varia em função dos anos de vida do automóvel, das emissões de CO2, do tipo de combustível utilizado e da cilindrada do motor.

O que muda nas tabelas de IUC em 2023?

Em 2023, o Imposto Único de Circulação vai pesar ainda mais no seu bolso. Estão previstos aumentos na ordem dos 4% para acompanhar a subida da inflação. A forma de cálculo do imposto permanece inalterada, por isso, para saber a que taxas de imposto está sujeito, deve primeiro identificar a categoria a que pertence o seu veículo.

No que diz respeito aos automóveis, o código do IUC prevê quatro categorias (A, B, C e D). Os motociclos, ciclomotores, triciclos e quadriciclos integram a categoria E.

Mas todos estes veículos estão sujeitos ao pagamento do imposto, à exceção dos casos isentos previstos na lei. Saiba, então, o que vai pagar de acordo com as seguintes tabelas.

Tabela A – Veículos matriculados até 1 de julho de 2007

Todos os veículos ligeiros de passageiros com matrícula anterior a 1981 estão isentos do pagamento deste imposto.

Os veículos ligeiros de passageiros a gasolina cuja primeira matrícula tenha sido emitida entre 1981 e 1989 e que tenham uma cilindrada de até 1.000 cm3, também não pagam Imposto Único de Circulação (IUC).

Veículos ligeiros de passageiros a gasolina

Cilindrada (cm3)Matrículas de 1996 a junho de 2007Matrículas de 1990 a 1995Matrículas de 1981 a 1989
Até 100019,34€12,20€Isento
De 1001 a 130038,82€21,82€12,20€
De 1301 a 175060,64€33,89€17,00€
De 1751 a 2600153,85€81,14€35,07€
De 2601 a 3500279,39€152,13€77,47€
Mais de 3500497,79€255,69€117,49€

Mas no caso dos veículos a gasóleo inseridos na categoria A, é necessário somar ao imposto normal a taxa adicional de IUC, conforme a tabela abaixo:
 

Veículos ligeiros de passageiros a gasóleo

Cilindrada (cm3)Matrículas de 1996 a junho de 2007Matrículas de 1990 a 1995Matrículas de 1981 a 1989
Até 1.50022,48
(19,34€ + 3,14€)
14,18€ 
(12,20€ + 1,98€)
Isento
1.501 a 2.00045,13€ 
(38,82€ + 6,31€)
25,37€ 
(21,82€ + 3,55€)
14,18€ 
(12,20€ + 1,98€)
2.001 a 3.00070,50€ 
(60,64€ + 9,86€)
39,40€ 
(33,89€ + 5,51€)
19,76€ 
(17,00€ + 2,76€)
Mais de 3.000178,86€ 
(153,85€ + 25,01€)
94,33€ 
(81,14€ + 13,19€)
40,77€ 
(35,07€ + 5,70€)

Para os automóveis a diesel matriculados entre 1981 e 1989 com cilindrada inferior a 1.500 cm3 também há isenção do pagamento de IUC.
 

Veículos ligeiros de passageiros elétricos

Voltagem totalMatrículas de 1996 a junho de 2007Matrículas de 1990 a 1995Matrículas de 1981 a 1989
Até 10019,34€12,20€Isento
Mais de 10038,82€21,82€12,20€

Os automóveis elétricos anteriores a 1989 com menor voltagem (até 100) estão igualmente isentos de imposto.

Veja também Isenção de IUC: saiba se tem direito e como pode pedir

Tabela B – Veículos matriculados a partir de 1 de julho de 2007

Para os ligeiros de passageiros matriculados a partir de 1 de Julho de 2007 (categoria B), o IUC é calculado com base em vários elementos definidos nas tabelas do Imposto Único de Circulação, tais como: a cilindrada, as emissões de CO2 e a data da matrícula.

Cilindrada

Esta tabela é aplicada aos veículos a gasóleo e a gasolina.

Cilindrada (cm3)Taxa
Até 1.25030,87€
1.251 a 1.75061,94€
1.751 a 2.500123,76€
Mais de 2.500423,55€

Emissões CO2

As taxas de emissão de CO2 são iguais para veículos a gasolina e a gasóleo. Este valor deve ser somado ao valor da taxa de cilindrada (acima).

Emissões CO2 (g/km) NEDCEmissões CO2 (g/km) WLTPTaxa
Até 120Até 14063,32€
121 a 180141 a 20594,88€
181 a 250206 a 260206,07€
Mais de 250Mais de 260353,01€

Aos veículos matriculados em território nacional após 1 de janeiro de 2017, independentemente do combustível que utilizem, aplicam-se ainda as seguintes taxas adicionais:

Emissões CO2 (g/km) NEDCEmissões CO2 (g/km) WLTPTaxa
De 181 até 250De 206 até 26030,87€
Mais de 250Mais de 26061,94€

Ano da matrícula

Por fim, é aplicado um coeficiente consoante o ano da matrícula (portuguesa), de acordo com o indicado na tabela abaixo.

Ano da MatrículaCoeficiente
20071,00
20081,05
20091,10
2010 e seguintes1,15

Adicional de IUC (veículos a gasóleo)

Caso o automóvel seja movido a gasóleo, acresce ainda o adicional de IUC. É a taxa extra introduzida em 2014 e que, apesar de ter sido apresentada como temporária, deverá ser novamente cobrada após aprovação do Orçamento de Estado para 2022.

Cilindrada (cm3)Taxa adicional
Até 1.2505,02€
1.251 a 1.75010,07€
1.751 a 2.50020,12€
Mais de 2.50068,85€

Tabela C – Automóveis de mercadorias e mistos >2500kg

Esta tabela aplica-se a automóveis de mercadorias e automóveis de utilização mista com peso bruto superior a 2.500 kg, destinados ao transporte particular de mercadorias (categoria C). Consulte a tabela C.

Tabela D – Automóveis de mercadorias e mistos >2500kg

Esta tabela aplica-se a automóveis de mercadorias e automóveis de utilização mista com peso bruto superior a 2.500 kg destinados ao transporte público de mercadorias (categoria D). Consulte a tabela D.

Tabela E – Ciclomotores, motociclos, triciclos e quadriciclos

Para os motociclos, ciclomotores, triciclos e quadriciclos (categoria E), os valores das tabelas do Imposto Único de Circulação para 2023 são os seguintes:

Cilindrada (cm3)Matrícula posterior a 1996Matrícula de 1992 a 1996
Até 119IsentoIsento
120 a 2506,02€0
251 a 3508,51€6,02€
351 a 50020,58€12,18€
501 a 75061,83€36,41€
Mais de 750134,26€65,85€

Tabela F – Embarcações de recreio

A tabela F diz respeito às embarcações de recreio de uso particular, com potência motriz igual ou superior a 20 kW, registadas desde 1986. A taxa aplicável ao veículos da categoria F é de 2,73€/kW.

Tabela G – Aeronaves

Para as aeronaves de uso particular (categoria G), a taxa aplicável é de 0,69€/kg, tendo o imposto o limite superior de 12.679,93€.

Artigo originalmente publicado em julho de 2019. Última atualização em janeiro de 2023.

Veja também