5 Lugares baratos para fazer férias

Com a situação atual de crise, muitas pessoas tiveram de fazer alterações no estilo de vida e cortar em coisas menos prioritárias. Viajar durante as férias é agora visto como um “luxo” para algumas famílias. No entanto, ainda existem alternativas mais baratas para quem não quer abrir mão de umas férias no estrangeiro.

5 Lugares baratos para fazer férias
As nossas sugestões de alguns destinos low-cost
  • Hungria e Croácia são os destinos europeus que entram no Top 5

Bangladesh

Bangladesh
Pode não ser, à primeira vista, um destino comum de férias, mas não devemos ignorá-lo. Com a diferença de moeda vai poder esticar o seu orçamento e aproveitar tudo a que tem direito. Desde refeições por menos de um dólar até cruzeiros pelo rio, Bangladesh é um destino que não pode deixar de considerar e que foi eleito como o mais barato em 2011.


Uganda

Uganda
Também conhecida como a “pérola de África”, Uganda é uma das cidades mais baratas no mundo! A grande atração deste destino é a oferta de atividades de aventura como rafting no Rio Nilo, bungee jumping, percursos em moto quad, entre outras. Apesar de a língua principal ser o Suaíli, não terá dificuldade em encontrar quem fale inglês. 


Hungria

Hungria
Um destino low cost para quem quiser ficar pela Europa. É possível andar de transportes por menos de 1 euro e encontrar alojamento por menos de 20 euros. Contudo, se visitar Budapeste, a grande atração é a sua beleza, reconhecida como património da humanidade UNESCO.


Equador

Equador
Mais um exemplo onde pode aproveitar a diferença da moeda e fazer umas férias que, provavelmente, não faria na Europa. Alimentação, transporte e alojamentos baratos num país de extremos com as montanhas dos Andes e cidades como Quito e Guayaquil.


Croácia

Croácia
É um dos destinos mais populares dos últimos tempos pelas praias paradisíacas e, ainda é possível desfrutar sem gastar muito. Poderá não encontrar preços como os dos destinos anteriores, mas trata-se de um país europeu relativamente próximo de Portugal.