PLANO DE SAÚDE MEDICARE - 6 mensalidades sem compromisso

6 dúvidas frequentes sobre seguros de saúde

Com a procura de seguros de saúde a aumentar, é natural que aumentem também as dúvidas sobre este tipo de produtos por parte dos consumidores.
Se está a considerar subscrever um seguro para si ou para a sua família, o E-Konomista ajuda-o neste processo respondendo às questões mais comuns.

6 dúvidas frequentes sobre seguros de saúde
Tem dúvidas sobre o seguro de saúde? Nós respondemos às perguntas mais frequentes

Muitas pessoas poderão questionar-se sobre a relevância de ter um seguro de saúde. Se ainda tem dúvidas, esclareça-as já de seguida.
 

1. Para que serve um seguro de saúde?

O seguro de saúde é cada vez mais utilizado pelas famílias portuguesas e é uma alternativa privada ao sistema nacional de saúde que assegura diversos cuidados médicos. O seguro de saúde cobre:
 
  • riscos relacionados com a prestação de cuidados de saúde mediante as coberturas previstas nas condições contratualizadas.
 

2. O que é que o seguro de saúde não cobre?

Quando pensar fazer um seguro deverá informar-se bem sobre as suas coberturas, mas normalmente os seguros de saúde não cobrem as seguintes situações:
  • Acidentes de trabalho ou doenças relacionadas com o campo profissional;
  • Doenças do foro psiquiátrico;
  • Perturbações causadas pelo consumo de drogas ou álcool;
  • Problemas que possam estar relacionados com a presença em eventos desportivos;
  • Todo o tipo de doenças ou tratamentos que possam estar associados ao emagrecimento. Também não cobrem cirurgias com esta finalidade;
  • Transplantes de medula;
  • Transplantes de órgãos;
  • Tratamentos relacionados com estética, como a cirurgia estética ou a plástica reconstrutiva;
  • Tratamentos de fertilização ou métodos de fecundação artificial;
  • Presença em instituições psiquiátricas, termais, casas de repouso, centros de desintoxicação e lares de terceira idade.
 

3. Quais as principais vantagens?

São muitas as vantagens em subscrever um seguro de saúde, não só para si, como para toda a família. Deixamos-lhe aqueles que consideramos serem os principais benefícios:
  • Assitência 24h por dia, sempre que precisar;
  • Celeridade no atendimento;
  • Liberdade de escolha dentro das redes convencionadas;
  • Segurança;
  • Qualidade.
 

4. Como funcionam os pagamentos?

Sistema de reembolso
Neste sistema, o cliente paga o serviço e é posteriormente reembolsado da percentagem contratual por parte da seguradora. Ao subscrever um seguro de saúde, o contracto deve indicar os seguintes pontos:
  • Qual o valor de franquia suportado pelo cliente para cada cobertura;
  • Quais os valores máximos comparticipados pela seguradora;
  • Os prazos máximos para o cliente fazer o seu pedido de pagamento das despesas e para a seguradora o reembolsar;
  • O valor disponível para cada cobertura.
 
Sistema de pagamento directo ou rede convencionada
Funciona directamente entre os players de mercado e as seguradoras, assegurando que o cliente só paga, na altura, a percentagem que lhe é devida.
 
Saiba que: se o cliente receber alguma comparticipação da segurança social, o seguro só cobre a parte das despesas de saúde que não é comparticipada.
 

5. Se tiver um acidente, o que faço?

Em caso de acidente ou doença deve:
  • Comunicar à seguradora o que aconteceu;
  • Cumprir todas as indicações do médico assistente;
  • Apresentar os comprovativos das despesas com os cuidados de saúde prescritos e necessários;
  • Se for possível, solicitar uma autorização prévia da seguradora para internamento hospitalar.
 

6. Como escolher o seguro mais indicado para mim?

Comece por avaliar as suas necessidades, consoante a sua situação familiar e idade. Estude quais os seguros que disponibilizam coberturas que se enquadrem nas necessidades que definiu e quais as modalidades. Por fim, efectue várias simulações e compare os resultados.
 
Veja também: