6 factos que precisa saber sobre o roubo de automóveis

Fique a saber os números do roubo automóvel, as técnicas e ainda como pode prevenir o furto da sua viatura com a infografia que preparamos.

6 factos que precisa saber sobre o roubo de automóveis
Tudo o que precisa saber soube o roubo automóvel e os nossos conselhos
  • 64,2% dos roubos de automóveis ocorrem em Lisboa e Porto

O roubo automóvel tem vindo a aumentar significativamente. Reflexos da crise? A verdade é que são inúmeros os factores que podem estar na origem desta questão social que está longe de ficar resolvida. 
Conheça os seis principais factos que precisa saber e ainda como o pode prevenir.

6 factos sobre roubo automovel onde é mais frequente intervalo horário número de assaltantes meio de coação medidas de prevenção


O panorama do roubo automóvel em Portugal

1. Distribuição geográfica

Como é possível observar no gráfico, grande parte dos roubos de automóveis acontecem nos grandes centros urbanos, mais precisamente na Grande Lisboa e no Grande Porto (64,2%).

Logo de seguida surge a margem sul, sendo que no resto do país os números de roubo automóvel acabam por ser mais baixos.

2. Onde é mais frequente

O roubo de carros é uma situação que acaba por ser imprevisível e depende de inúmeros factores. No entanto, existem locais onde a probabilidade de acontecer um roubo automóvel é mais elevada. Tenha em atenção alguns locais indicados e se tiver um automóvel mais antigo e fácil de roubar, evite deixá-lo em sítios pouco iluminados, em parques de estacionamento, em bombas de gasolina, entre outros.

3. Intervalo horário

Apesar da maioria dos roubos acontecerem durante o período da noite, é curioso identificar os intervalos temporais onde é mais frequente roubarem-se carros. Analisando o gráfico, percebemos que 50,4% dos roubos acontecem entre as 19h e a 1h00. Depois, pela madrugada, registam-se cerca de 20% dos roubos. Ainda assim o roubo automóvel também tem lugar em plena luz do dia. 

4. Número de assaltantes

O roubo de um carro, pela exposição que pode ter, deve ser um acto rápido e muito discreto, para que dê o menos possível nas vistas. Talvez por isso se saiba que a grande maioria dos assaltos são feitos por um, no máximo dois assaltantes. Um assalto com mais de três assaltantes acontece com menor frequência.

5. Meio de coacção

Se acha que o roubo automóvel acontece maioritariamente pela calada, desengane-se. A maioria dos assaltos são feitos com o proprietário do carro presente e a forma mais usada é a utilização de arma branca (53,3%). O uso de armas de fogo neste tipo de assaltos também tem um peso forte (37,8%).

6. Medidas de prevenção

Este tipo de assaltos são pouco evitáveis, mas existem algumas medidas que podem ajudar a prevenir situações menos agradáveis como esta. 
Se andar de carro sozinho, evite, por exemplo, ficar parado muito tempo dentro do carro, principalmente à noite. Tranque sempre as portas e evite estacionar em locais pouco iluminados. Quando se aproximar do carro, principalmente num sítio menos movimentado, tenha sempre a chave à mão e não abra o carro com muita distância. 

São pequenos truques que por vezes podem evitar um mal bem maior.

Fazer um seguro automóvel é a solução?

Se está a pensar trocar ou adquirir um seguro automóvel tenha estes dados em consideração e pondere a contratação de uma cobertura adicional contra roubo. Pode tentar prevenir os roubos, mas "o seguro morreu de velho"!


Veja também: