Afinal, devemos ou não apagar a luz da cozinha?

Ouve-se dizer que acender e apagar constantemente a luz da cozinha gasta mais energia do que deixá-la acesa. Será verdade ou mito?

Afinal, devemos ou não apagar a luz da cozinha?
Descubra se deve ou não apagar a luz da cozinha quando sai da divisão

É frequente ouvirmos dizer que acender e apagar a luz da cozinha muitas vezes gasta mais energia do que deixá-la ligada por um período de tempo mais prolongado. A verdade é que, ao ligar a luz, o gasto de energia é um pouco superior ao que se segue quando a luz já está acesa e o gasto é mais estável. Mas não é uma diferença muito significativa.

Por isso, a decisão de apagar a luz da cozinha com mais frequência deverá ser tomada em função do tempo que se vai ausentar da divisão. Mas há mais aspetos a ter em consideração.

Vantagens e desvantagens de apagar a luz da cozinha

As lâmpadas que normalmente usamos na cozinha são as fluorescentes. Apesar de se tratarem de lâmpadas mais económicas, se não estiver nesse espaço, estará a gastar energia desnecessariamente, se não apagar a luz da cozinha.

Vantagens

Apesar de gastar um pouco mais de energia quando acende a luz, este gasto não é assim tão significativo, por isso, se vai sair da divisão por um período mais prolongado, compensa apagar a luz da cozinha. Na prática, se a luz estiver apagada, não está a gastar energia e, por mais económica que a lâmpada seja, desligada não há qualquer consumo de energia.

Desvantagens

Apagar a luz da cozinha sempre que a abandona tem como maior desvantagem o facto de estar a diminuir o tempo de vida da sua lâmpada. Uma das características das lâmpadas fluorescentes é que, apesar de terem uma vida útil longa, desgastam-se mais com o número de vezes que se acende a luz da cozinha. Mas isto nada tem a ver com o consumo de energia. É tudo uma questão de poupar a própria lâmpada, já que esta sofre um maior desgaste sempre que é ligada novamente.

interruptor

Dicas para poupar energia com a iluminação

1. Quando substituir as lâmpadas, opte por lâmpadas economizadoras. Pode reduzir até 80% o consumo de energia elétrica em iluminação;

2. Controle a limpeza das suas lâmpadas. Se as lâmpadas estiverem limpas serão mais eficientes, para além de mais luminosas;

3. Nos espaços que utiliza menos e onde sabe que não vai voltar tão depressa, evite deixar as luzes acesas. Apagar a luz da cozinha também conta, caso se ausente por mais de 15 minutos, que é o período razoável para deixar a luz acesa sem lá estar.

Veja também: