Ata de reunião de condomínio: como preparar

Pode ser aborrecida, mas necessária: a ata de reunião de condomínio serve como um registo fiel de tudo o que aconteceu em cada momento. Aprenda a redigir uma. 

Ata de reunião de condomínio: como preparar
Tudo o que deve constar no documento

Uma ata de reunião de condomínio é um registo fiel do que se passou na Assembleia de Condomínio e constitui um documento importante de suporte as ações tomadas pelo administrador, ou para servir de prova das deliberações da Assembleia perante entidades externas, como por exemplo bancos.

Por sua vez, a reunião de condomínio é um encontro de moradores, onde são tomadas decisões sobre as várias questões referentes ao prédio onde estes habitam. Se vive num local com condomínio, sabe bem do que estamos a falar, verdade?

Mas afinal, como redigir corretamente uma ata de reunião de condomínio? Vamos explicar-lhe tudo.


O que deve constar de uma ata de reunião de condomínio


1. Apenas informação relevante

Uma ata deve reter informação relevante sobre a reunião, ou seja, sobre as deliberações e as tarefas atribuídas. Esqueça as desavenças e discussões com o vizinho do terceiro esquerdo, pois nada disso é importante e relevante para a elaboração da ata de reunião de condomínio.



2. Cabeçalho

Aqui deve aproveitar para identificar o modelo de ata de reunião de condomínio: 
  • Ata da assembleia constituinte do condomínio (é a n.º 1 do condomínio); 
  • Ata da assembleia anual do condomínio (aprovação de contas e orçamento); 
  • Ata da assembleia extraordinária de condomínio (realizada em qualquer altura do ano).



3. Linguagem utilizada

A linguagem usada deverá ser informal e concisa, evitando-se o uso de adjetivos. Para se certificar que não há omissões poderá verificar se encontra no texto de cada assunto a resposta as seguintes questões:
  • O quê?
  • Quem?
  • Quando?



4. Onde arquivar a ata de reunião de condomínio?

A ata deverá ser redigida no livro utilizado para o efeito e deve ser colocada a seguir à última ata de reunião de condomínio que foi elaborada. Deve também ser assinada por todos os presentes na reunião e ter em conta as seguintes informações: 
  • Indicação do número de ordem da ata.
  • Indicação do dia, mês, hora e local onde se realiza a reunião, por extenso.
  • Indicação da ordem de trabalhos, conforme foi indicado na respetiva convocatória.
  • Decisões tomadas e respetivas votações, caso ocorram.
  • Tarefas atribuídas e prazos.
  • Caso haja algum engano não se pode rasurar. Deve-se escrever a palavra "digo" e, depois, o que se pretendia registar.
  • Identificar todos os presentes e ausentes na reunião.

Poderá consultar aqui um exemplo para preparar a sua ata de reunião de condomínio.

Veja também: