AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Conheça as cidades com maior empregabilidade em Portugal

Uma percentagem menor de inscritos nos Centros de Emprego pode ser um indicador de cidades com maior empregabilidade. Saiba quais são!

Conheça as cidades com maior empregabilidade em Portugal
No último ano, a média anual da taxa de desemprego foi de 12,4%.

Antes de avançar para a lista das cidades com maior empregabilidade, importa referir que segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), em 2015, a taxa de desemprego em Portugal fixou-se em 12,4%. A população desempregada estimada foi de 646,5 mil pessoas e a população empregada foi estimada em 4548,7 mil pessoas. A população ativa em 2015 foi de 5195,2 mil pessoas.

A junho de 2016, o valor estimado pelo INE da taxa de desemprego foi de 11,1%, valor que representa uma quebra de 1,2 pontos percentuais em relação à taxa de desemprego do ano anterior, significando assim menos 61 mil pessoas desempregadas.

Voltando à nossa lista, as cidades com maior empregabilidade serão aquelas em que a percentagem da população desempregada inscrita no Centros de Empregos será menor em relação ao total da população ativa. Recorremos à PORDATA que disponibiliza estes dados por Município.


Cidades com maior empregabilidade em Portugal

Esta lista apresenta as cidades de Portugal Continental com percentagem inferior a 6% de desempregados, inscritos nos Centros de Emprego e de Formação Profissional (IEFP), no total da população residente com 15 a 64 anos em 2015 (Fontes/Entidades: IEFP/Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, INE, PORDATA).
 
  1. Melgaço - 4%

  2. Ferreira do Zêzere - 4,1%

  3. Mêda - 4,1%

  4. Arruda dos Vinhos - 4,5%

  5. Azambuja - 4,6%

  6. Batalha - 4,6%

  7. Ourém - 4,6%

  8. Vale de Cambra - 4,7%

  9. Vagos - 4,7%

  10. Vila Velha de Ródão - 4,7%

  11. Alcanena - 4,8%

  12. Almeida - 4,8%

  13. Mortágua - 4,8%

  14. Oliveira de Azeméis - 4,9%

  15. Rio Maior - 4,9%

  16. Arouca - 5%

  17. Sobral de Monta Agraço - 5%

  18. Trancoso - 5%

  19. Grândola - 5,1%

  20. Mafra - 5,1%

  21. Alcobaça - 5,2%

  22. Monção - 5,2%

  23. Tondela - 5,2%

  24. Vila de Rei - 5,2%

  25. Alcoutim - 5,3%

  26. Alenquer - 5,3%

  27. Felgueiras - 5,3%

  28. Proença-a-nova - 5,3%

  29. Vila Nova de Cerveira - 5,3%

  30. Condeixa-a-Nova - 5,4%

  31. Mealhada - 5,4%

  32. Pombal - 5,4%

  33. Oliveira do Bairro -  5,4%

  34. Alcácer do Sal     - 5,5%

  35. Barcelos - 5,5%

  36. Golegã - 5,5%

  37. Leiria - 5,5%

  38. Pinhel - 5,5%

  39. Cartaxo - 5,6%

  40. Oliveira de Frades - 5,6%

  41. Penacova - 5,6%

  42.  Vila do Bispo     - 5,6%

  43. Oleiros - 5,7%

  44. Chamusca - 5,7%

  45. Sesimbra - 5,7%

  46. Vendas Novas    - 5,7%

  47. Bombarral - 5,8%

  48. Entroncamento 5,8%

  49. Esposende - 5,8%

  50. Lourinhã - 5,8%

  51. Miranda do Douro - 5,8%

  52. Murtosa - 5,8%

  53. Cantanhede - 5,9%

  54. Miranda do Corvo - 5,9%

  55. Porto de Mós - 5,9%

  56. Sabugal - 5,9%

  57. Tavira - 5,9%

  58. Torres Novas - 5,9%

  59. Vila Franca de Xira - 5,9%


Veja também: