Publicidade:

30 clubes mais ricos do mundo em 2018

A lista dos clubes mais ricos do mundo é liderada por equipas em que há portugueses como estrelas. Porém, apenas uma equipa nacional figura nesta lista.

30 clubes mais ricos do mundo em 2018
E há uma equipa nacional na lista

Como habitualmente, no primeiro trimestre de cada ano a Deloitte apresenta o Football Money League 2018, que mais não é que a lista dos clubes mais ricos do mundo.

É unânime que o futebol já não é só um espetáculo desportivo, é também um negócio que move cada vez mais milhões em todo o mundo, todos os anos. São em cada vez em maior número os clubes adquiridos por multimilionários, que investem fortunas nos principais craques do jogo.

Clube mais ricos do mundo em 2018

No Football Money League 2018 da Deloitte, com a listagem dos 30 clubes mais ricos do mundo, estão contabilizados os milhões envolvidos, bem como o aumento da disparidade entre os clubes das cinco principais ligas europeias (inglesa, italiana, alemã, espanhola e francesa) comparativamente com as restantes. Isto porque, no top 30 mundial só há equipas europeias, designadamente 14 inglesas, 5 italianas, 4 alemãs, 3 espanholas, 2 francesas, 1 russa e… 1 portuguesa, o Benfica, que ocupa o último lugar do ranking.

Comparativamente a 2017, na liderança do top 30 dos clubes mais ricos do mundo mantém-se (pelo segundo ano consecutivo, depois de ter ascendido, em 2016, do terceiro lugar para o primeiro, em 2017) o Manchester United, equipa treinada pelo português José Mourinho.

O segundo lugar também é ocupado por uma equipa em que brilha (a alta intensidade) um português, precisamente o Real Madrid, onde joga Cristiano Ronaldo, internacional português e melhor jogador do mundo. No entanto, este é o segundo ano seguido em que os Merengues – bicampeões da Liga dos Campeões (e clube com mais título europeus – 12), prova rainha do futebol europeu de clubes –, ocupam a vice-liderança, depois de dominarem a lista dos clubes mais ricos do mundo da Deloitte durante 11 anos consecutivos. O último lugar do pódio é ocupado pelo eterno rival dos Merengues, o Barcelona do astro argentino Messi.

Antes de conhecer a lista dos 30 clubes mais ricos do mundo, segundo a Football Money League 2018 da Deloitte, saiba que a mesma tem como base a faturação comercial, venda de bilhetes para os jogos e os direitos televisivos.

Os 30 clubes mais ricos do mundo 2018

clubes-mais-ricos-do-mundo

1.º Manchester United (Inglaterra) 676,3€ (valores expressos em milhões de euros)
2.º Real Madrid (Espanha) 674,6€
3.º Barcelona (Espanha) 648,3€
4.º Bayern Munique (Alemanha) 587,8€
5.º Manchester City (Inglaterra) 527,7€
6.º Arsenal (Inglaterra) 487,6€
7.º Paris Saint Germain (França) 486,2€
8.º Chelsea (Inglaterra) 428,0€
9.º Liverpool (Inglaterra) 424,2€
10.º Juventus (Itália) 405,7€
11.º Tottenham (Inglaterra) 355,6€
12.º Borussia Dortmund (Alemanha) 332,6€
13.º Atlético Madrid (Espanha) 272,5€
14.º Leicester City (Inglaterra) 271,1€
15.º Internazionale (Itália) 262,1€
16.º Schalke 04 (Alemanha) 230,2€
17.º West Ham United (Inglaterra) 213,3€
18.º Southampton (Inglaterra) 212,1€
19.º Napoli (Itália) 200,7€
20.º Everton (Inglaterra) 199,2€
21.º Lyon (França) 198,3€
22.º Milan (Itália) 191,7€
23.º Zenit (Rússia) 180,4€
24.º Roma 171,8 (Itália)€
25.º Borussia Mönchengladbach (Alemanha) 169,3€
26.º Crystal Palace (Inglaterra) 164,0€
27.º West Bromwich Albion (Inglaterra) 160,5€
28.º Bournemouth (Inglaterra) 159,2€
29.º Stoke City (Inglaterra) 158,3€
30.º Benfica (Portugal) 157,6€

Veja também: