10 coisas que a Tailândia tem que não encontra em mais nenhum lugar

São várias as coisas que a Tailândia tem que não se encontram em mais nenhum lugar. Escolhemos dez que são imperdíveis.

10 coisas que a Tailândia tem que não encontra em mais nenhum lugar
Não são só as praias que encantam os turistas da Tailândia

A Tailândia é um país incrível que, definitivamente, caiu nas graças de meio mundo. Por isso, e para fugir um poucos aos clichés habituais, iremos revelar as melhores coisas que a Tailândia tem que não se encontram em mais nenhum lugar.

Se procura um destino para as suas próximas férias, saiba que a Top Atlântico preparou programas de férias a preços muito atrativos!  Saber mais >>

Tailândia: oferta para todos os gostos

É um país lindo, com pessoas acolhedoras, paisagens de cortar a respiração, praias paradisíacas, uma cultura ímpar e, o melhor de tudo a preços inacreditavelmente baixos. Bangkok, Chiang Mai, Krabi e Koh Phi Phi são os locais que fazem parte do pacote básico para uma primeira visita à Tailândia.

Os mergulhadores vão gostar das Ilhas Similan, os amantes de história, ficarão plenamente encantados com Sukhothai e Ayutthaya. Mas as atrações não se ficam por aqui. Entre as principais contamos com o Grande Palácio Real, em Bangkok; os elefantes, em Chiang Mai e Chiang Rai; as ruínas de Ayutthaya e Sukhothai; as muitas praias e ilhas ao sul; os templos budistas, grandiosos ou pequeninos, e que existem por toda parte; e, por último, mas não menos importante, a surpreendente culinária tailandesa.

Este é um destino que oferece experiências incríveis em templos, ruas movimentadas e praias que parecem apenas existir nos folhetos turísticos. Confira, então, as coisas que a Tailândia tem que não se encontram em mais nenhum lugar

10 bons motivos para visitar a Tailândia

Descubra as coisas que a Tailândia tem que não se encontram em mais nenhum lugar. Seja pelas paisagens, pelos costumes, pela gastronomia, pelas pessoas, enfim, há inúmeras razões para escolher este destino, nós selecionamos dez.

1. O paraíso das compras

Khao San Road Tailandia

É tudo tão barato na Tailândia, que dá vontade de trazer quase tudo o que encontramos pela frente. Para os souvenirs habituais, a Khao San Road, em Bangkok, é um ótimo lugar, assim como o Night Bazaar de Chiang Mai, o Night Market de Chiang Rai e todas as barracas e lojas de rua de Phi Phi. Apesar dos preços atrativos, negoceie sempre! Dependendo da sua capacidade de negociação, poderá conseguir descontos de 50%.

2. A comida tailandesa

A comida tailandesa é bem diferente da mediterrânea, por isso, antes de rejeitar seja o que for, mantenha uma mente aberta. É que, apesar de não ser o maior dos encantos para os olhos, pode ser bem apetitosa, devido aos sabores exóticos e combinações improváveis.

Para que possa perceber um pouco melhor, a comida tailandesa é uma espécie de mistura entre a comida chinesa e a comida indiana. De mais familiar para os ocidentais, existem as receitas com arroz, que é uma das bases da sua alimentação. Arroz frito com frango e alguns vegetais, arroz na sopa, arroz nos doces, arroz com leite de coco e manga, macarrão de arroz frito, acompanhado de frango, porco ou frutos do mar, são apenas alguns dos exemplos.

Mas há algo que nunca verá numa mesa tailandesa, ou quase nunca: uma faca. O tradicional é usar apenas a colher e o garfo.

3. Massagem tailandesa

massagem tailandesa tailandia

Quem nunca ouviu falar da Thai Massage ou Massagem Tailandesa? Na Tailândia, em cada esquina há uma casa de massagem, por isso, se nunca experimentou, esta é a melhor altura para o fazer. Trata-se de uma técnica milenar e, ao contrário do que estamos mais habituados, além das mãos, a massagista usa também os pés, os joelhos e os cotovelos. Pode não ser a coisa mais confortável do mundo, dolorosa, por vezes, até, mas garantimos que sai de lá como novo!

4. Quando toca o hino…

… num espaço público, todos devem parar, manter-se de pé, em postura de respeito até que o mesmo termine. Esta é uma regra também para os estrangeiros, por isso, procure saber como é o hino para não falhar neste momento. Ou então, se vir os demais a levantarem-se, siga o exemplo.

5. Cultura budista

templo budista tailandia

Mais de 90% da população tailandesa é budista. Não é, assim, de estranhar que sejam um povo tão religioso. Não é por acaso que grande parte do turismo do país se desenvolva em redor dos templos budistas. Por mais turistas que encontre num templo, encontrará ainda mais tailandeses, que diariamente fazem as suas orações e oferendas a Buda.

Se entrar num destes templos budistas siga algumas regras importantes:

  • É falta de respeito usar a imagem do Buda como decoração;
  • É proibido usar roupas e acessórios com a imagem de Buda;
  • Nunca deve apontar os pés para o Buda; o mais comum é ajoelhar-se e sentar-se em cima dos calcanhares ou com as pernas cruzadas;
  • Quando entrar nalgum templo, tire os sapatos; alguns até possuem pequenos armários para guardá-los;
  • Não é permitido entrar nos templos com os ombros e joelhos descobertos.

6. Gratidão

gesto de agradecimento tailandes_iStock

O modo tailandês de dizer obrigado é unindo as palmas das mãos, junto ao tórax, como se estivesse a rezar, e uma leve inclinação da cabeça. Este é o gesto de agradecimento universal e que todos os tailandeses apreciam.

A título de curiosidade, sabia que, na tradição tailandesa, a cabeça é a parte mais importante e sagrada do corpo (nada de tocar na cabeça dos tailandeses!), enquanto que os pés são considerados a parte menos limpa.

7. A tranquilidade de um povo

tranquilidade tailandesa

Não grite, não discuta nem fale alto sem um excelente motivo. O povo tailandês é muito sereno, tranquilo e pacífico, que não gosta de gritar, nem de que os outros o façam. A Tailândia é um destino onde o tempo passa mais devagar. É muito por isto que milhares de turistas, de todo o mundo, escolhem a Tailândia para um retiro espiritual.

8. Vestimentas

Apesar do calor tremendo que se faz sentir na Tailândia, este é um povo que não tem o hábito de usar roupas curtas, decotadas ou cavadas. Por isso, por respeito para com os tailandeses, quando visitar este país, tenha esta questão em atenção.

9. Transportes alternativos

tuk-tuk-tailandia

O transporte público é variado e abundante no país. Poderá encontrar desde comboio, tuk tuk, songthaew (carros com carroceria adaptada para o transporte de passageiros), e até o Grab – trata-se de uma aplicação popular na Tailândia que funciona como o UBER. Negoceie sempre o preço do transporte antes de partir à aventura.

10. Culto ao rei

A Tailândia ainda chora a perda da sua figura maior, o rei Bhumibol Adulyadej, no final de 2016. Era o monarca com o reinado mais longo da atualidade, 70 anos, e uma figura incontornável para os tailandeses. O rei Bhumibol subiu ao trono em 1946, com apenas 18 anos, e tornou-se numa figura unificadora da Tailândia, país mergulhado em instabilidade política há décadas.

O que distinguiu o seu reinado foi o estilo de vida sóbrio e em defesa da cultura e valores tradicionais tailandeses, o que lhe valeu legitimidade para intervir em momentos delicados da vida do país. O seu filho, Maha Vajiralongkorn, de 64 anos está agora no trono.

Quer viajar até à Tailândia este verão?

tailandia

Depois de conhecer as dez coisas que a Tailândia tem que não se encontram em mais nenhum lugar, está pronto para marcar as suas férias? A Tailândia é um país encantador, com atrações turísticas incríveis e uma cultura muito diferente da ocidental, com novidades a cada momento, em todos os lugares.

Não é, por isso, de estranhar que seja o 10º país mais turístico do mundo, de acordo com a Organização Mundial de Turismo. A Top Atlântico oferece pacotes turísticos bastante apelativos para umas férias de sonho!

Estes as muitas ofertas disponíveis, há programas de férias para todas as carteiras. Mas reserve o quanto antes porque os valores podem variar consoante a disponibilidade da parte aérea e dos hotéis.

Tailândia: o seu próximo destino de férias a preços imbatíveis

Quero ir à Tailândia com a TopAtlântico! >>

Veja também: