Como avaliar um imóvel

Avaliar um imóvel de forma eficaz é algo que depende de vários factores fundamentais. Quando for avaliar uma casa, saiba o que deve ter em conta.

Como avaliar um imóvel
A localização e o estado de conservação do imóvel são questões fundamentais a avaliar na altura da compra.

O mercado imobiliário tem vindo a sofrer fortes alterações nos últimos anos. Hoje em dia, avaliar um imóvel, é algo um tanto ou quanto subjectivo, principalmente enquanto o mercado não voltar a estabilizar. Ainda assim, na altura de avaliar uma casa, existem factores fundamentais que são transversais a qualquer imóvel, seja de que segmento for. Saiba o que considerar.
 

Dicas para avaliar um imóvel para compra ou venda

 

1. A tipologia

Este é um factor base na avaliação de uma casa, para além de ser praticamente imutável. Quando queremos comprar ou vender uma casa, já sabemos que quanto mais assoalhadas ela tiver, mais o seu valor ascenderá. Assim sendo, quando se inicia uma avaliação a uma casa, a mesma poderá partir logo de um determinado valor, uma vez que pode ser T1, T2, T3, entre outros.
 

2. Área total

Para além da tipologia, é preciso avaliar a área da casa. Podemos ter um T2 com uma área por vezes inferior a um bom T1. A área de uma casa é muito importante para a sua avaliação. Um imóvel com boas áreas, mesmo que com poucas divisões, é por vezes mais bem cotada no mercado do que uma casa com muitas divisões e áreas pequenas.
 

3. A localização

A localização é, sem dúvida, um dos factores mais importantes na altura de avaliar uma casa e aquele que ainda tem um peso substancial no preço da mesma. O tipo de bairro onde se insere, a proximidade ou não de transportes públicos, de serviços, de escolas, entre outros, são factores que em muito influenciam o preço por metro quadrado. A localização também terá a ver com o tipo de vizinhança, os barulhos do bairro, entre outras questões relacionadas.
 

4. Antiguidade

O tempo que tem o edifício também entra nas contas da avaliação da casa. O ano de construção pode ditar muita coisa, como o tipo de materiais utilizados na época, o tipo de construção, estado das canalizações, sistema eléctrico, entre outros.
 

5. Estado de conservação

Em que estado se encontra o imóvel? Muita vezes o ano de construção pode ser antigo, mas terem sido feitas obras de requalificação e muitas das coisas já estarem recuperadas. Se for novo, é avaliado de uma forma, se for antigo mas estiver recuperado, de outra. Se por acaso estiver em mau estado, a localização ou a tipologia vão pesar menos nestas contas, uma vez que o valor de umas obras totais pode interferir muito na avaliação de uma casa.

Poupe até 500€ por ano no seu seguro de vida! Saiba como aqui.

Veja também: