Comprar alimentos a granel: 4 produtos que deve privilegiar

Comprar alimentos a granel é uma excelente forma de poupar, e aqui damos-lhe algumas ideias de alimentos que deve comprar sem temer o desperdício

Comprar alimentos a granel: 4 produtos que deve privilegiar
Saiba o que deve privilegiar e o que evitar

Quem gosta de poupar na alimentação sabe que ao comprar alimentos a granel é possível fazer bons negócios, desde que os alimentos sejam bem escolhidos. Para o ajudar a poupar ainda mais, damos-lhe alguma informação sobre os melhores alimentos para comprar deste modo, ajudando também a evitar o desperdício alimentar.

Por norma, produtos cuja data de validade contém a expressão “consumir de preferência até…” são relativamente seguros, pois esta data não está relacionada com a segurança alimentar, mas sim a qualidade do produto.
 

4 alimentos a escolher na compra a granel

 

1. Feijões secos

Quem pretende comprar alimentos a granel deve sempre colocar leguminosas secas na sua lista de compras, pois podem ser guardadas até um ano num local fresco e seco que não apanhe com o sol.

Note que leguminosas secas devem ser demolhadas antes de confecionadas. Os feijões devem ser demolhados por 12h antes de serem cozidos, e o tempo de cozedura costuma ser cerca de uma hora.

 

2. Enlatados

A comida enlatada deve também ser guardada em local fresco, seco, e longe da luz solar. Esta pode durar até 5 anos, expecto no caso de tomates ou outros produtos mais ácidos, que duram no máximo um ano e meio.

 

3. Cereais

Outro excelente produto para quem quer comprar alimentos a granel são os cereais, que duram entre seis a oito meses quando guardados como deve ser. As poupanças, mais uma vez, quase falam por si.

 

4. Arroz e massa

O arroz e a massa não são um mau investimento. Enquanto a massa pode durar cerca de dois anos na dispensa, o arroz, quando bem guardado, pode aguentar ainda muito mais tempo.

 

O que não deve comprar

Comprar alimentos a granel pode ser uma ideia excelente, mas também pode ser um grande erro. Para evitar o desperdício alimentar não deve comprar o que não tem espaço para conservar como deve ser em casa.

De acordo com o site americano The Huffington Post deve, também, evitar comprar os seguintes produtos:
  • Nozes e frutos secos oleaginosos - As nozes, as sementes e alguns outros frutos secos têm óleos que, apesar de fazerem bem à saúde, fazem com que estes alimentos se estraguem com facilidade. Se comprar, guarde-os no frigorífico num recipiente hermético e não demore demasiado a consumi-los.
  • Especiarias - As especiarias são secas, o que impede o crescimento de microrganismos nas mesmas. No entanto, com o tempo estas começam a perder o aroma e o sabor, e passado alguns meses limitam-se a ocupar espaço em sua casa.
  • Azeites e óleos - Produtos gordurosos como estes estragam-se com facilidade a partir do momento que entram em contacto com o oxigénio. Como tal, não vale a pena investir muito neles.

Veja também: