Publicidade:

Saiba como configurar a privacidade no Facebook

Quer saber como configurar a privacidade no Facebook? Há algumas formas de partilhar determinados conteúdos só com as pessoas que quer. Veja as dicas.

Saiba como configurar a privacidade no Facebook
Temos algumas para proteger a sua privacidade na rede social

É possível configurar a privacidade no Facebook e reservar as informações apenas para a visualização de quem deseja. Nem tudo o que põe nas redes sociais tem que ser público, para todos verem. Está nas suas mãos decidir aquilo que quer mostrar a toda gente e aquilo que quer manter visível para um círculo mais restrito de pessoas.

O passo a passo é simples: para começar, aceda às definições da sua conta e escolha o separador “Privacidade”. Ao selecionar essa opção, irá abrir um menu chamado “Definições e ferramentas de privacidade”. É aí que estão as suas ferramentas de privacidade. Mas, antes de ensinarmos o procedimento completo, entenda a razão pela qual esta decisão é tão importante.

Segurança de dados e informações no Facebook


O Facebook tem sido alvo de algumas falhas se segurança, o que tem levado alguns utilizadores a apagar a conta nessa rede social. Muitos são aqueles que, apesar de possíveis reforços de segurança por parte da empresa, sentem que as suas informações não estão seguras e que já foram utilizadas sem o seu consentimento.

É sabido que a Internet tem mais vantagens que inconvenientes, que permite uma ligação e partilha além-fronteiras, que potencia a comunicação entre milhões de pessoas e, assim, as aproxima – muitas vezes restabelecendo e fazendo a ponte entre contactos antigos. Contudo, é também necessário um uso racional desta rede, a partir de um conhecimento claro daqueles que constituem alguns perigos.

Quantas vezes permitiu o acesso aos seus dados por parte de aplicações que está a usar pela primeira vez e que requerem um login? Aquelas onde fez o login através do Facebook, optando por não introduzir o seu email, nome e outros dados manualmente. Por esta razão, e por outras que podem ser prevenidas, é importante que saiba como configurar a sua privacidade no Facebook.

Não pense que esta rede social perdeu toda a sua segurança e legitimidade depois da polémica que a associa à Cambridge Analytica. Também não pense que estamos a menosprezar a situação… Mas, como qualquer grande empresa, que sobretudo envolva e dependa de milhões de utilizadores, é necessário que exista capacidade de resposta e resolução de problemas.

Configurar a sua privacidade no Facebook é uma ajuda que a empresa lhe dá para que as suas informações pessoais estejam seguras e não possam ser acedidas por terceiros – essencialmente, a quem não tenha concedido esse acesso. Depois da recente polémica, o Facebook tornou mais fácil o acesso e configuração à sua privacidade.

definições facebook

Como configurar a privacidade no Facebook


A empresa de Zuckerberg não levou a cabo nenhuma revolução, nem tão pouco introduziu uma ferramenta nova, desconhecida por parte dos utilizadores. A possibilidade de editar e rever as suas definições de privacidade sempre existiu, mas nem sempre foi simples na ótica do utilizador.

A maior mudança implementada foi, por isso, a simplificação de todo esse processo. Ou seja, em vez de obrigar o utilizador a percorrer várias páginas para que pudesse configurar as suas definições de privacidade, o Facebook optou por reunir toda a informação numa só página.

Para além disso, foram criados alguns atalhos que permitem um maior controlo e, sobretudo, um acesso mais fácil, rápido e visual às suas definições de privacidade. Assim, já não precisa de percorrer inúmeras opções para chegar àquelas realmente necessárias – as que, no fundo, lhe permitem configurar a sua privacidade no Facebook.

A empresa foi mais longe e anunciou estas mudanças num post na sua página, onde explica todas as alterações efetuadas e onde encoraja os utilizadores a exercerem maior controlo sobre as suas informações.

Este controlo pode passar por vários elementos, nomeadamente os seus dados pessoais, a publicidade que lhe aparece e as definições de quem pode ver as suas publicações.

Outra das mudanças implementadas, e sem dúvida a mais importante, é a criação do separador “Aceda à sua Informação”, uma medida que, de acordo com o Facebook, permite ao utilizador controlar aspetos como publicações, reações, comentários e pesquisas que tenha feito.

privacidade no facebook

O que ter em conta ao configurar a privacidade no Facebook


1. Quem pode ver as minhas informações, atividade, imagens e partilhas?

A primeira opção, “quem pode ver as tuas publicações futuras”, permite-lhe definir quem é que vai ter acesso às suas publicações no Facebook. Pode escolher entre várias opções como, por exemplo, “Público” – para toda gente -, só para os seus “Amigos” ou até mesmo “Personalizado” – para pessoas em específico.

A segunda opção permite-lhe aceder ao registo da sua atividade. Tudo o que faz no Facebook é registado, como sabe. Ao aceder a esse registo pode ver aquilo que tem feito no Facebook e gerir a privacidade das mesmas.

A terceira opção permite-lhe, como o nome indica, “limitar o público para publicações antigas na tua cronologia”. Caso tenha vontade de limitar todas as suas publicações que mantinha públicas há um ano para esconder do seu futuro chefe… Esta é a melhor opção. De certeza que quer manter públicas aquelas fotografias de há três anos?

2. Quem pode contactar-me?

Pode escolher quem é que lhe pode enviar um pedido de amizade. Pode escolher estar disponível para qualquer pessoa, ou apenas para os amigos dos seus amigos.

3. Quem pode encontrar-me?

Sabia que há uma maneira muito fácil e bastante fiável de encontrar alguém no Facebook? Basta colocar o email dessa pessoa na caixa de pesquisa (no topo da página) e, geralmente, o perfil aparece de imediato. A não ser que essa pessoa tenha lido este artigo e saiba como fazer para o impedir. O Facebook permite-lhe decidir se quer ser encontrado pelos seus “Amigos”, pelos “Amigos dos amigos” ou pelo “Público” em geral.

Antes era até possível que o encontrassem através do número de telefone que partilhou, mas essa opção de pesquisa de utilizadores já não está disponível.

4. Quem pode marcar-me em publicações?

Nunca lhe aconteceu ser identificado em alguma publicação ou fotografia e desejar que não o tivessem feito? Ainda não é possível impedir que o identifiquem, mas é possível decidir se a publicação aparece no seu perfil, fazer uma revisão e remover a sua identificação.

Do lado esquerdo, ainda nas definições da sua conta, escolha o separador “Cronologia e identificação”. Aí, pode ligar a opção que lhe permite “rever as publicações em que os teus amigos te identificam antes de aparecerem na tua cronologia”. Pode decidir se quer ser identificado ou não naquelas publicações mais chatas ou não aparecer, de todo. A escolha é toda sua.

5. Quem pode ver as minhas informações de perfil?

Ainda há algumas informações essenciais que lhe permitem manter toda a sua privacidade no Facebook. Volte ao seu perfil e ao lado da sua fotografia escolha a opção “Sobre”. Do lado esquerdo, ao aceder à opção “Informações básicas e de contacto” pode decidir o que quer adicionar ou remover e ainda para quem é que quer manter pública cada uma dessas informações.

Fácil, não é? Mas tem a certeza de que fez tudo bem? Nada como voltar ao seu perfil e no canto inferior direito da sua fotografia de capa está um botão com três pontinhos. Carregue nele e selecione a opção “ver como…”. Isso vai permitir que veja o seu perfil como se fosse uma pessoa desconhecida. Proteja-se, mantenha a sua privacidade no Facebook.

apagar Facebook

Depois disto, devo considerar apagar a minha conta no Facebook?


Se dedicar algum do seu tempo a rever todas estas informações, talvez não precise de optar por uma medida tão radical. Na verdade, é o próprio Facebook que lhe dificulta a tarefa, ao redirecionar o utilizador para uma página onde poderá desativar a sua conta, suspendendo-a, mas não a apagando.

Para que possa apagar a sua conta, terá que fazer um pedido específico ao Facebook e aguardar a decisão. Ainda assim, deve rever os prós e os contras da utilização desta rede social e tirar as suas próprias conclusões.

Veja também:

Luísa Santos Luísa Santos

Licenciada em Ciências da Comunicação - Jornalismo, Mestre em Multimédia, cantora sem diploma nas horas livres. Trabalha atualmente em Marketing e Comunicação, é viciada em redes sociais e fervorosa adepta do desenrasque.