Conta de serviços mínimos bancários: Para quem quer poupar custos no banco!

Conta de serviços mínimos bancários: Para quem quer poupar custos no banco!

O que saber.

O que caracteriza uma conta de Serviços Mínimos Bancários e como poupar com este tipo de conta.

Uma das maiores queixas com que, atualmente, um bancário é confrontado, está relacionada com os custos cobrados nos serviços do banco.
De uma forma genérica, grande parte das contas à ordem das instituições bancárias têm custos associados. Estes têm a denominação de despesas de manutenção. Em muitos e diversos casos, esse custo pode ser isentável. Um exemplo clássico está relacionado com a isenção, quando existe crédito de vencimento na mesma. Por outras palavras, se a conta receber um ordenado, os custos podem ficar isentos.
Outro valor cobrado habitualmente é aquele associado à obtenção do cartão de débito. Em regra, é uma cobrança feita anualmente e antecipada à utilização do cartão.


O que é uma conta de Serviços Mínimos Bancários?

A conta de serviços mínimos bancários trata-se de uma conta à ordem de custos reduzidos. Vem ajudar a tornar o acesso a uma conta bancária, mais fácil e a um custo acessível. Uma conta bastante interessante para quem tem apenas uma conta à ordem no banco. Com uma possível despesa anual que não pode ser superior a 1% do salário mínimo nacional, o Cliente tem acesso aos serviços:
  • Abertura e manutenção de uma conta de depósito à ordem;
  • Cartão de débito para movimentação da conta;
  • Serviço de homebanking.
 

Vantagens

  • Ter uma conta isenta de despesas de manutenção e anuidade de cartão de débito;
  • Ter acesso a todos os produtos bancários, fora do âmbito dos serviços mínimos, mediante o preçário da instituição, como depósitos a prazo e produtos de crédito.
 

Requisitos

  • Ter apenas uma conta bancária;
  • O saldo médio semestral da conta deverá ser superior a 5% do salário mínimo nacional;
  • Conta deve ser movimentada num período semestral.
 
 

Exemplos Práticos

Exemplo 1:
O Sr. João tem uma conta à ordem bancária onde paga despesas de manutenção mensais e anuidade de cartão. Como não tem vencimento a ser creditado em conta nem aplicações financeiras, não consegue isentar automaticamente os custos referidos. Se converter a sua conta, numa de serviços mínimos bancários, deixará de pagar essas despesas.

Exemplo 2:
 A Sra. D. Leonor tem duas contas bancárias à ordem onde paga despesas de manutenção e anuidade de cartão. Como não tem vencimento a ser creditado em conta nem aplicações financeiras, não consegue isentar automaticamente esses custos. Neste caso, para poupar as despesas bancárias, a Cliente deverá encerrar uma das contas e converter a conta que mantém para serviços mínimos bancários.


Veja também:

Sérgio Martins Sérgio Martins

Nasci e estudei em Coimbra, a capital do preto da saudade. Admito que, tal como diz a balada, “os segredos dessa cidade, levo-os comigo para a vida”. E são muitos! Depois de terminar o curso de Economia fui recebido na muy nobre e sempre LEAL invicta cidade do Porto. Aqui, aprofundei os meus estudos num mestrado em Gestão de Marketing, tornei-me bancário e casei. Gosto de criar dados para análise, interpretar estudos e resolver problemas. Interessa-me muito o mundo empresarial e sou apaixonado por futebol. Hoje com 30 anos, ainda tenho imensa vontade de mudar o mundo.

Também lhe pode interessar: