Publicidade:

6 truques para cuidar do turbo do carro

Cuidar do turbo do carro é tão simples como seguir estes 6 conselhos. Prolongue a vida do motor e economize despesas no mecânico.

6 truques para cuidar do turbo do carro
Evite despesas extra com o motor do seu carro

Cuidar do turbo do carro exige do condutor atenção redobrada para evitar despesas futuras. Cada vez mais os fabricantes estão a optar pelos motores turbo mais pequenos em detrimento dos motores atmosféricos. Embora estes emitam menos gases e consumam menos combustível, se não forem bem cuidados, em nada compensarão os litros de combustível que poupou ou a redução de impostos aquando da aquisição quando tiver que os levar ao mecânico.

A mecânica de um motor turbo é ligeiramente mais complicada do que a mecânica de um motor atmosférico e, para compreendermos a importância de cuidar do turbo do carro, é importante saber como funcionam.

Como funciona e como cuidar do turbo do carro

cuidar-do-turbo-do-carro

O turbo foi uma espécie de “truque para enganar o motor” inventado no início do século XX, mas apenas implementado nos carros de produção em série nos anos 60. O rendimento de um motor está diretamente ligado à quantidade de ar que este consegue aspirar por ciclo de admissão. Isto é, quanto maior for a mistura de ar e combustível no ciclo do cilindro, maior será a potência do motor.

Para reduzir a quantidade de combustível no ciclo de admissão e conseguir retirar o mesmo proveito do motor, é necessário aumentar a quantidade de ar, e o que o turbo faz é reaproveitar os gases de escape, fazendo girar uma turbina que acelera a entrada de ar numa outra turbina, comprimindo e forçando o ar para dentro da câmara de combustão. O ar comprimido torna-se mais quente, e por sua vez menos denso, o que permite aumentar a quantidade de ar na câmara de combustão, reduzindo os consumos de combustível do seu carro.

As vantagens dos motores turbo são tão evidentes que até os carros de Fórmula 1 trocaram os seus gigantes e pesados motores V8 por motores V6 turbo de 1.6 litros, e ainda assim conseguem ser os carros mais rápidos de sempre da categoria.

Embora o funcionamento possa parecer um pouco complexo, é na verdade algo bastante simples. Cuidar do turbo do carro requer apenas que crie algumas rotinas no seu estilo de condução. Siga estes conselhos e economize as suas poupanças.

Como cuidar do turbo do carro

cuidar-do-turbo-do-carro

1. Quando ligar o carro antes de uma viagem, não comece logo a andar

Espere sensivelmente 10 segundos até iniciar a marcha. Este compasso de espera será o tempo suficiente para o óleo do motor chegar até ao turbo, permitindo assim a lubrificação de todos os componentes móveis do motor, garantido a sua máxima eficiência e rendimento.

2. Não acelere ao máximo enquanto o motor estiver frio

Enquanto o motor não atingir a sua temperatura ideal de circulação (sensivelmente 90º), não acelere ao máximo o seu carro e evite mudar de velocidades a altas rotações. Enquanto o óleo estiver frio, é mais denso e viscoso, e não chega com a mesma facilidade a todas as zonas do motor. O turbo sendo uma parte mais sensível do seu carro, requer máximo cuidado.

3. Faça manutenções regularmente

O óleo velho ou com bastantes quilómetros pode não proteger adequadamente o motor e o turbo do seu carro. Evite ultrapassar o prazo das revisões indicadas pelo construtor. A qualidade e viscosidade do óleo também deve ser tomada em consideração. Lubrificantes de baixa qualidade podem não oferecer a máxima proteção ao seu motor.

4. Esteja atento ao nível de óleo

Alguns componentes do seu carro podem não ser devidamente lubrificados se a quantidade de óleo não for suficiente. Esteja atento ao limite mínimo do óleo e, se notar que o seu carro está a consumir mais óleo do que o normal, desloque-se o mais rapidamente possível ao seu mecânico e evite uma despesa ainda maior.

5. Não desligue o carro logo após a sua viagem

O turbo trabalha no seu máximo durante viagens longas ou a altas velocidades. Quando imobilizar o seu automóvel, aplique a “regra dos 30 segundos”. Espere sensivelmente 30 segundos até desligar o carro. Isto permitirá às turbinas baixarem as suas rotações e permitirá que os lubrificantes baixem a temperatura do turbo gradualmente.

Desligar o carro logo após uma viagem fará com que a lubrificação dos componentes móveis como as turbinas pare abruptamente e que o turbo seja apenas arrefecido pela temperatura ambiente. Isto poderá causar danos severos ao motor do seu carro. Este é um dos procedimentos que devemos ter sempre em conta para cuidar o motor, especialmente quando são novos.

6. Não acelere antes de desligar o carro

Não carregue no acelerador imediatamente antes de desligar o carro. Isto fará as turbinas aumentarem as suas rotações e quando a ignição é desligada, é cortado o circuito do lubrificante, o que fará com que as turbinas não tenham mais lubrificante enquanto continuam a girar, podendo fazer com que o seu carro tenha falhas no futuro, originado despesas que certamente não quereria ter.

Veja também:

Marvin Tortas Marvin Tortas

Licenciado em Ciências da Comunicação, homem do Norte, apaixonado por carros e com experiência em desporto automóvel. A seguir a mamã e papá, as palavras Ferrari, Mercedes, Audi e Fiat foram respetivamente as 3ª, 4ª, 5ª e 6ª palavras do seu vocabulário.

Também lhe pode interessar: