As melhores Receitas de Natal e Ano Novo

Viva as Festas à mesa com a ajuda do seu robot de cozinha e deste e-book gratuito cheio de receitas fáceis e deliciosas.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por e-konomista.pt e pelos nossos Parceiros

Quero receber o e-book

Desidratar fruta em casa: como fazer?

A fruta desidratada parece estar na moda e tornou-se bastante apreciada. E é possível desidratar fruta em casa! Saiba como.

Desidratar fruta em casa: como fazer?
O processo de desidratação permite conservar a fruta por mais tempo

A fruta desidratada tem vindo a ganhar cada vez mais adeptos, mas a verdade é que o processo não é novo. Há cada vez mais oferta no mercado, mas há também quem opte por desidratar fruta em casa, criando assim snacks bem apetitosos e mais saudáveis.


Desidratar fruta: um processo novo ou nem por isso?

Nem por isso. Este é, na realidade, um dos métodos mais antigos de conservação de alimentos (não apenas a fruta), usado há muito entre os nossos antepassados, pensando-se mesmo que remonta aos Fenícios.

Diariamente consumimos vários alimentos que passam por este processo de desidratação. Basta pensar em alimentos como o feijão e outras leguminosas, ervas aromáticas e até frutos muito típicos (como figos ou ameixas secas, por exemplo). A desidratação de alimentos consiste basicamente em retirar a água dos alimentos, essencialmente pela evaporação, para os conservar durante mais tempo, já que ao remover a água da fruta se regulariza a atividade microbiológica, reduzindo as reações químicas e enzimáticas. 
 


Fruta desidratada: um “petisco” prático e saudável

Há várias vantagens na desidratação da fruta. A começar pelo facto de permitir preservar a fruta durante mais tempo e evitar que se deteriore (e que desenvolva micro-organismos ou bolor), evitando inclusivamente o desperdício de fruta e, até, o consumo de frutas fora de época.  

Mais. Consumir fruta desidratada permite o consumo de fruta de forma prática e nutritiva. No fundo, pode ter sempre à mão uma tacinha com frutas desidratadas para ir petiscando quando a fome aperta.

Atualmente, é possível encontrar no mercado muita oferta de frutas desidratadas, mas também é possível desidratar fruta em casa, garantindo assim um snack verdadeiramente saudável. Sim, porque ainda que as frutas possam ser desidratadas de forma natural (sem adição de açúcar, corantes ou conservantes), se analisar os rótulos de muitos dos produtos comercializados no mercado, vai perceber que não é isso que acontece. Daí que a melhor opção seja mesmo desidratar as frutas em casa.

 

Que frutas podem ser desidratadas?

A maioria das frutas frescas podem ser desidratadas. Além dos habituais como figos, uvas-passas, bananas, alperces ou ameixas, pode também desidratar outros tipos de fruta, como ananás, maçã ou morangos, por exemplo.



Como desidratar fruta em casa?

Esta é mesmo a melhor forma de garantir que consome fruta desidratada saudável e sem quantidades elevadas de açúcar.

Para desidratar fruta em casa só precisa de um forno convencional com ventilação ou um desidratador de alimentos. Idealmente, deve desidratar um tipo de fruta de cada vez, já que cada fruto deve ser desidratada em tempos e temperaturas diferentes.  

No processo de desidratação de frutas deve seguir os seguintes passos:
 

1. Escolha e preparação

Consiste em escolher alimentos em bom estado de conservação, em limpar ou lavar as frutas e cortá-las (quanto mais pequenos os pedaços, menor o tempo de desidratação).
 


2. Branqueamento

Consiste basicamente em neutralizar as enzimas que podem alterar a cor, valor nutricional e sabor das frutas desidratadas. Deve, então, colocar as frutas em água a ferver ou em vapor de água durante alguns minutos e depois passá-las por água fria corrente para que arrefeçam. Em alternativa, pode usar sumo de limão para evitar a oxidação das frutas.
 


3. Desidratação

O passo central de todo o processo. Consiste em colocar as frutas já preparadas num tabuleiro untado com óleo para desidratar as frutas. Se estiver a desidratar fruta num forno sem ventilação, deve deixar a porta aberta para garantir a circulação de ar, que deve apresentar baixa humidade. A temperatura do forno deverá estar entre os 40º e os 60º. Veja abaixo os tempos de desidratação médios para frutas e legumes.  
Fruta/Legume Tempo de desidratação(60ºC)
Maçãs 6-12h
Alperces 23-36h
Bananas 5-24h
Figos 12-20h
Uvas 12-20h
Pêssegos e nectarinas 36-48h
Dióspiros 18-24h
Ameixas 24-36h
Espargos 6-10h
Feijão-verde 8-14h
Beterrabas 10-12h
Brócolos 12-15h
Couves-de-bruxelas 12-18h
Couves 10-12h
Cenoura 10-12h
Couve-flor 12-15h
Milho 6-10h
Beringela 12-14h
Cogumelos 8-10h
Cebolas 10-20h
Ervilhas 8-10h
Pimentos 8-12h
Batatas 8-12h
Espinafres 8-10h
Curgetes 10-12h
Abóbora 10-16h
Tomate 10-18h
Salsa 1-2h
 

4. Armazenamento

Por fim, e porque pode reservar as frutas desidratadas, basta armazenar as frutas em recipientes hermeticamente fechados, num local fresco e seco.
 
Desidratar fruta é possível e garante-lhe snacks saudáveis, nutritivos, muito práticos e possíveis de conservar durante muito tempo.

Veja também:
  • 4 receitas com leite condensado simples e baratas
  • 5 receitas de água aromatizada
  • 5 receitas de snacks sem glúten simples e deliciosos