3 sintomas de que tem a embraiagem a patinar

Sabe ver quando tem a embraiagem a patinar? O problema pode vir a dar-lhe umas belas dores de cabeça se não lidar com ele rapidamente

3 sintomas de que tem a embraiagem a patinar
Conheça os sintomas

Quando se tem a embraiagem a patinar a vida útil da mesma fica comprometida. Isto acontece, normalmente, quando o condutor provoca um maior desgaste, possivelmente mantendo frequentemente o pé em cima do pedal da embraiagem ao conduzir. Isto faz com que as molas sejam pressionadas, o que por sua vez impede o disco de se ligar de forma correta ao volante do motor.

Como o problema pode ser relativamente comum, deixamos aqui algumas dicas para o ajudar a perceber quando está na altura de telefonar ao mecânico para não vir a ficar encalhado no meio da estrada.
 

3 sintomas de que a embraiagem não está no seu melhor

 

1. Sente um cheiro a queimado

Quando o disco não fica conectado corretamente ao volante do motor, isto faz com haja um sobreaquecimento, e eventualmente sente-se um cheiro a queimado. Este cheiro a queimado é um dos mais reconhecidos sintomas de que algo está com a embraiagem, apesar de poder demonstrar que existem outros problemas.

Quando apenas notar neste sintoma, o melhor a fazer é ligar ao seu mecânico e explicar o que se passa.
 

2. As rotações aumentam demasiado

Uma boa forma de diagnosticar uma embraiagem a patinar é através das rotações. Por norma, quando as rotações são demasiado altas quando conduz a uma velocidade fixa, isto pode ser sinal de que a embraiagem já teve dias melhores, pois indica que está a ser necessário maior esforço por parte do motor.

Um teste popular faz-se ao acelerar na 4ª mudança. Se as rotações aumentarem, mas a velocidade do carro não acompanhar este aumento, tem a embraiagem a patinar.


3. Sente ao conduzir

Se já conduz há vários anos e está habituado à sua embraiagem, terá alguma facilidade a perceber se há ou não problemas na mesma. É natural existir desgaste, mas quando esta patina notará uma diferença no modo como esta influencia o seu carro: poderá notar, por exemplo, que a pressão necessária no pedal da embraiagem é significativamente diferente.

Caso não considere claros os outros sintomas existem vários testes que se podem fazer: um deles faz-se ao conduzir 3ª mudança.  Enquanto mantém o pé no acelerador carregue na embraiagem, soltando-a logo de seguida. Se as rotações não descerem de imediato, é sinal de que tem a embraiagem a patinar. 

Com facilidade conseguirá encontrar outros testes para ter a certeza do veredito.


Veja também: