AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Emprego como Engenheiro Civil: para construir o futuro

Ser engenheiro civil ainda é sinónimo de emprego. Em Portugal ou além-fronteiras, muitas são as empresas que recrutam estes profissionais.

Emprego como Engenheiro Civil: para construir o futuro
Uma das áreas com mais emprego em Portugal

As oportunidades de emprego para o engenheiro civil português continuam a ser uma presença constante no mercado laboral. Num mundo moderno como o nosso, os profissionais da engenharia civil serão sempre uma necessidade. O que contribui para o facto de que muitos sejam contratados logo em início da carreira.

É verdade que a crise económica e a desaceleração no crescimento, que se registaram nos últimos anos, contribuíram para uma quebra na construção civil. No entanto, a recuperação já começou e os sinais positivos da retoma começam a fazer-se notar. A tendência é para um aumento na oferta de emprego, não só no território nacional mas também no estrangeiro.

Se concluiu recentemente a sua licenciatura em engenharia civil ou é um engenheiro civil com experiência à procura de emprego, este artigo é dirigido a si. Vamos dar-lhe uma ajuda. Como? Vamos responder a algumas questões simples e práticas que podem dar jeito no momento de elaborar uma candidatura a um emprego como engenheiro civil.
 

Quais são as funções desempenhas por um engenheiro civil?

Em termos muito gerais e de forma sucinta, é-lhe pedido que:
  • A um nível público, intervenha no âmbito da construção de edifícios, vias de comunicação (rodoviárias e ferroviárias), pontes e viadutos, aeroportos e portos, aproveitamentos hidráulicos e infra-estruturas de saneamento básico.
  • A nível privado, tenha uma actuação mais centrada nos edifícios de habitação e industriais, bem como em diversas infra-estruturas.


Que tipo de formação tem este profissional?

A licenciatura é a habilitação académica mais mencionada nas ofertas de emprego. No entanto, o mestrado integrado em engenharia civil tem vindo a ganhar destaque, derivado do processo de Bolonha e das consequentes alterações nas estruturas dos cursos em Portugal. Cinco anos são, por norma, a duração do curso.

Actualmente, a diversidade das matérias leccionadas, ao longo dos 10 semestres, permite ao engenheiro civil actuar em diversas áreas, que acabam por se complementar. Construções, estruturas, vias de comunicação, hidráulica, geotécnica, planeamento são algumas das especializações disponibilizadas aos alunos, no último ano de curso.

O Instituto Superior Técnico de Lisboa e as Faculdades de Engenharia do Porto e de Coimbra estão entre as instituições de ensino superior com mais reconhecimento na área.



Quais são os requisitos necessários ao exercício da profissão?

Em Portugal, a engenharia civil é regulamentada pela Ordem dos Engenheiros (OE), a quem compete igualmente a atribuição do título de engenheiro. A admissão como membro efectivo ou membro estagiário está dependente da prestação de provas.
 


Quais são as saídas profissionais?

As ofertas de emprego para um engenheiro civil não se limitam ao planeamento, gestão, fiscalização ou direcção de obras. Hoje em dia, muitos são os profissionais que exercem cargos de gestão e de consultoria. Gabinetes de projecto, indústria, administração central, regional ou local, bancos, seguradoras e até laboratórios podem ser o seu local de trabalho.

Encontre aqui todas as ofertas de Emprego para Engenheiro Civil


Quanto se ganha num emprego como engenheiro civil?

Apresentar valores concretos não é uma tarefa simples. Cada caso é um caso. São vários os itens a ter em consideração quando se quantifica o vencimento de um engenheiro civil. A formação académica, a experiência profissional, o currículo, o contexto (estágio ou pós-estágio), o local de trabalho (território nacional, Europa, África,…) pesam na hora de fazer as contas.
Faça mais pela sua carreira >>
Veja também: