Erros que deve evitar na compra de casa

O acesso ao crédito é cada vez mais difícil, por isso, se quer ouvir um “Sim”, siga os nossos conselhos e evite cometer os erros mais comuns na compra de casa.

Erros que deve evitar na compra de casa
Conheça os erros mais frequentes. Apresentamos 7 sugestões.

Vivemos numa fase em que o crédito habitação é de cada vez mais difícil acesso. São exigidas mais garantias, ‘spreads’ altíssimos, outros custos associados ao crédito também bastante elevados.
Conheça as nossas sugestões para ter mais sucesso no crédito habitação.



7 aspetos a considerar se está a pensar comprar casa


1. Decida se vai arrendar ou comprar casa

  • Comprar ou arrendar? Esta é a grande dúvida “existencial” no mercado imobiliário, mas é a primeira decisão a tomar.
  • Ambas as opções apresentam vantagens e desvantagens. É necessário ter uma clara noção das reais possibilidades e das futuras probabilidades de evolução profissional.
  • Há que evitar agir por impulso e comprar casa apenas pelo desejo de ter casa própria e também é preciso evitar que o medo de arriscar condicione as nossas decisões.


2. Procure o melhor negócio

  • Depois da primeira decisão, se optar pela compra tem que estar preparado para trabalho árduo na procura da casa. Sem trabalho e esforço não se consegue realizar absolutamente nada. Por isso é bom que esteja mentalizado, que pode demorar dias ou meses até tomar a decisão final. Precisa ver bastantes casas, procurar a melhor proposta de crédito, até porque este é o crédito ao qual vai estar ligado a maior parte da sua vida.


3. Seja racional

  • Este conselho é válido quer para compradores, quer para vendedores. O valor sentimental de uma casa é muitas vezes o principal impedimento na tomada deste tipo de decisões. A disponibilidade financeira é que deveria ser o principal critério nestas situações.


4. Escolha uma casa à sua medida

  • É importante escolher uma casa adaptada ás suas possibilidades e reais necessidades. Antigamente, as pessoas davam-se ao luxo de comprar acima do que efectivamente podiam, mas actualmente os bancos já impuseram regras e tal já não acontece. Se escolher uma casa mais à sua medida a probabilidade do seu pedido ser aceite pelo banco é maior.


5. Procure intermediários

  • Aconselhamento profissional no negócio mais importante da sua vida é essencial. Até mesmo para se perceber que valor a casa tem no mercado. Além disso os mediadores imobiliários têm maior poder negocial junto da banca, o que é bastante vantajoso.


6. Apresente propostas

  • Um dos maiores erros é aceitar o valor da casa como sendo o valor final. Tente negociar. Proponha um valor mais baixo que o proposto inicialmente, mesmo que lhe pareça ridículo e que quase de certeza o vendedor não vai aceitar. Tente na mesma, até para perceber qual é o limite. Até que ponto o vendedor estará disposto a ceder.


7. Tenha cuidado com as ofertas promocionais

  • As ofertas promocionais no crédito habitação podem ser pouco vantajosas e aconselháveis. Os especialistas recomendam que a escolha da carência de capital, que é pagar juros e amortizar o capital no final, só se aconselha a quem tiver uma forte probabilidade de ter uma evolução positiva na carreira profissional a médio e longo prazo.


Também lhe pode interessar: