Hyundai Kauai: fomos a Barcelona conhecer o novo SUV

O E-Konomista esteve em Barcelona na apresentação do Hyundai Kauai, um SUV que vai estar em promoção até final do ano. Conheça aqui os detalhes.

Hyundai Kauai: fomos a Barcelona conhecer o novo SUV
Até ao final do ano, aproveite a promoção Hyundai Pioneers

O E-Konomista foi a Barcelona para a apresentação do novo modelo da Hyundai: o Hyundai Kauai. A experiência foi fenomenal e, embora não se possa considerar um veículo topo de gama, o carro – um SUV – não deixou a desejar, sendo bastante atrativo do ponto de vista preço/qualidade e de design. De novembro, data do seu lançamento, até ao final de 2017, vai estar em promoção.

Novo Hyundai KauaiFonte: Hyundai

Hyundai Kauai

Antes de mais, é importar esclarecer que, caso vá ao estrangeiro e veja este mesmo modelo, provavelmente vai reparar que tem um nome diferente – Kona – pelo que, por razões óbvias, a Hyundai decidiu alterar para Kauai aqui em Portugal.

Motor

Do ponto de vista do motor, o Kauai tem duas versões a gasolina:

  • 1.0 TDGI – 1.000 cm3 de cilindrada e 120cv (20.150 euros). O consumo misto, estimado, é 5.4 litros por cada 100 quilómetros. Preço original de 21.000.
  • 1.6 TDGI – 1.600 cm3 de cilindrada e 177cv (29.250 euros), este último com mudanças automáticas ou semi-automáticas. Ambos têm seis mudanças de velocidade.

Hyundai Kauai designFonte: Hyundai

Design

Em termos de design é bastante único e cool. No total, são permitidas mais de 20 variações de cor diferentes, a frente é rebaixada para dar uma ar mais desportivo – tem apenas 17 cm em relação ao solo. Além disso, as proteções reforçadas laterais estão “descascadas”, transmitindo ao Hyundai Kauai um ar mais aventureiro. Em relação às luzes, encontram-se, primeiro, numa faixa fina, os piscas e luzes diurnas em LED; por baixo os médios e máximos também, todos em LED; e, mesmo junto à entrada de ar central, os faróis de nevoeiro.

Interior do Hyundai Kauai 1.0

Eletrónica

Com um ecrã tátil 7.0, com direito a rádio, ligação USB, bluetooth, bem como toda a ajuda ativa à condução como a travagem automática e o sistema de alerta se estiver fora da faixa de rodagem ou em fadiga. A eletrónica é, aliás, dos pontos fortes deste SUV. E não se preocupe, os dados do computador de bordo, bem como o GPS, também estão lá.

Concorrência

Consideramos aqui as versões que se encontram mais ou menos ao mesmo nível. Referindo-nos essencialmente à versão 1.0, aquele que segundo a marca vai render cerca de 90% das vendas do modelo – os principais concorrentes do Hyundai Kauai são:

  • Peugeot 2008 – Em relação ao Peugeot tem a vantagem de ter mais cavalos e a desvantagem de menor cilindrada e altura em relação ao solo. Até dezembro vão estar relativamente ao mesmo preço, mas não se esqueça que, se é daqueles que valoriza os aspetos tecnológicos, o Kauai bate os restantes.
  • Citroen C4 Cactus – O preço do Citroen é ligeiramente mais baixo (16.200 euros), tem uma cilindrada maior – 1.200 cm3 – consideravelmente menos cavalos (82) e um consumo misto, estimado nos 4.6 L.
  • Renault Captur – O Hyundai Kauai vence em termos de cavalos – o Renault tem 90. Têm mais ao menos o mesmo consumo, mas um preço consideravelmente mais apelativo. O Renault custa cerca de 19.800 euros.

Expectativas da marca

A Hyundai já anunciou que pretende ser a marca asiática mais vendida na Europa. Por isso, na série SUV, para além do modelo Tucson, o Hyundai Kauai é, obviamente, um dos passos nesse sentido. Numa primeira estimativa, a marca japonesa anunciou que espera vender cerca de 90% do seu novo modelo na versão 1.0. Para meados de 2018, chegará o diesel (o 1.6 com: 115 ou 136 cv) e também se aguarda por uma versão elétrica já no próximo ano.

Promoção

Até final do ano, a versão 1.0 vai estar em promoção numa campanha apelidada de “Hyundai Pioneers” ou “Pioneiros Hyundai“. O preço poderá baixar até aos 16.900 euros.

Apresentação do Hyundai Kauai

Test Drive

Por opção nossa experimentamos a versão 1.0. Apesar de não ser uma “bomba” nas nossas mãos, reage bastante bem a mudanças de velocidade e a apelidada “travagem automática” permite maior segurança em algumas eventualidades.

Já com o 1.6 a experiência foi completamente diferente. Com tração às 4 rodas e uma cavalagem e cilindrada maior, foi-nos permitido experimentar uma trail em terra batida que, diga-se de passagem, foi de grande adrenalina. O carro desenvolve muito rapidamente e tem uma boa aderência. Este sim, podemos dizer que concorre com os melhores SUV.

Ao longo de toda a experiência foi-nos permitido explorar as vistas dos arredores de Barcelona e subir e descer montanha acima, o que, a bem da verdade, ajudou a influenciar a nossa opinião. Porém, é indiscutível tratar-se de um carro seguro, com um motor capaz e com facilidade de manobra, pese embora o tamanho.

O ecrã tátil, com computador a bordo, capaz de passar uns filminhos, ouvir a música que quiser, ou utilizar GPS – tudo de forma prática e sem ricos de grande distração – é a cereja em cima do bolo, mas, ainda assim, o motor é o mais importante e mais uma vez realça-se o comportamento do novo Hyundai Kauai.

Veja Também:

Afonso Aguiar Afonso Aguiar

A experiência no jornalismo de Afonso Aguiar percorre o desporto nacional. No E-Konomista, são os automóveis que conduzem a pena.

Também lhe pode interessar: