Ideias para abrir um negócio sem investimento inicial

O seu sonho é abrir um negócio próprio, mas não dispõe do capital necessário? Conheça 6 ideias que lhe permitem abrir negócio sem investimento inicial.

Ideias para abrir um negócio sem investimento inicial
Veja as nossas dicas sobre como abrir um negócio agora sem investimento financeiro inicial

Espaços coworking para pequenas empresas e freelancers

É importante iniciar este artigo sublinhando que abrir negócio implica sempre algum investimento. Concretamente investimento pessoal. Precisa de tempo, trabalho e disciplina. O que aqui nos propomos é listar algumas ideias para abrir negócio sem investimento financeiro inicial. Tendo como premissa essa ideia base, chegamos à conclusão que existem alguns modelos de negócio ou alternativas para abrir negócio, e nem todas estão relacionadas com a internet, sem esse investimento.
 

1. Assistentes Virtuais

É um tipo de negócio que se baseia em ajudar outros profissionais a realizar tarefas para as quais não têm especialização ou para as quais não querem distrair as suas atenções, permitindo a estes total foco nos seus negócios/atividade profissional e/ou melhorar a qualidade de vida. Funcionam, habitualmente, através de home-office e podem abranger áreas como, por exemplo, Marketing, Design, Edição, Contabilidade ou Atividades Administrativas.
Pode iniciar o seu negócio sem investimento oferecendo os seus serviços em fóruns ou juntando-se a uma rede de Assistentes Virtuais.
 

2. Dar explicações, tutoriais, formação ou workshops

Para quem pretende abrir negócio sem investimento inicial, conseguir capitalizar o seu conhecimento é sempre uma das suas maiores forças. A primeira hipótese é já um clássico, dar explicações. E nestes casos começar com amigos ou amigos de amigos pode ser uma boa solução como alavanca para o seu negócio. Matemática e o inglês (provavelmente passará a obrigatório no 1.º ciclo) são sempre opções procuradas. No entanto, as novas tecnologias e redes sociais abrem novas janelas de oportunidade para dar tutoriais, formação ou workshops de, por exemplo, culinária, a estudantes em determinadas áreas ou desporto.
 

3. Prestar cuidados infantis

Pode parecer um contrassenso, mas não é. Este ainda é um negócio procurado. Pois se é verdade que o número de desempregados aumentou, também é verdade que a população ativa tende a despender cada vez mais tempo ao trabalho. E os seus serviços também podem ser necessários para quem procure um dia (s) de lazer entre adultos.
 

4. Organização de eventos

O tempo escasseia para muitos e ter alguém de confiança que o ajude em pormenores (ou no geral) na organização do casamento, compras ou eventos pode ser uma boa solução de negócio sem investimento inicial.
 

5. Comissionista

Existe uma série de produtos cuja venda pode ser realizada à consignação ou por catálogo ou empresas que procuram vendedores comissionistas. 
Algumas são sobejamente conhecidas, mas também existem algumas oportunidades por explorar. Muitos destes negócios podem, inclusivamente, ser realizados em casa. No entanto, tenha em atenção que algumas empresas obrigam à compra dos produtos de demonstração. 
 

6. Business Angels

Esta é para aqueles que já têm uma boa ideia, mas não dispõem do capital necessário para abrir negócio. Um Business Angel á alguém que, além de fornecer capital financeiro, oferece ainda conhecimento empírico/técnico ao empreendedor, apoiando-o no seu negócio acreditando no seu potencial de crescimento e valorização. Em troca terá uma participação societária. Se acredita na sua ideia de negócio procure um Business Angel (existe uma Federação Nacional de Associações de Business Angels) e convença-o a apoiá-lo conseguindo, assim, abrir negócio sem investimento inicial.
 

Veja também: