Qual a melhor forma de pagar as compras no estrangeiro

Vai viajar mas não sabe qual a melhor forma para fazer as compras no estrangeiro? Chegou ao sítio certo porque há cuidados a ter. 

Qual a melhor forma de pagar as compras no estrangeiro
Tudo o que precisa saber para fazer comprar seguras.

Se vai viajar, mesmo na Europa, há cuidados a ter nas compras no estrangeiro para não ser enganado nem pagar mais pelas comissões bancárias do que por toda a viagem. Estamos a exagerar um pouco mas a verdade é que estes custos extra nas transações com cartões podem fazer algum dano na sua conta. Ora, depois de umas férias, é tudo o que não precisa!

Como fazer compras no estrangeiro 

 

Compras num país da União Europeia

Num país da União Europeia o processo é simples. Em qualquer um dos 28 países da zona Euro e também na Suécia, fazer compras no estrangeiro é como se estivesse em Portugal, ou seja, pode usar os seus cartões, quer sejam de crédito ou de débito, sem pagar quaisquer comissões bancárias.

 

Compras num país da Europa

Se vai viajar para um país europeu mas fora da zona Euro, como a Suíça, a DECO recomenda que privilegie os pagamentos com cartão de débito. Ao fazer compras no estrangeiro, as comissões dos pagamentos com cartão de débito são inferiores às dos levantamentos, de pagamentos com cartão de crédito ou de levantamentos ao balcão dos bancos.

 

Compras nos restantes países

Nestes casos, quando está a viajar para um país fora da Europa, evite ao máximo levantar dinheiro porque as comissões são altas e estão sujeitas a uma taxa fixa, à qual acresce uma comissão variável e o imposto de selo. O ideal será levar algum dinheiro consigo, na moeda do país de destino para evitar estes custos.

 

Compre divisas em Portugal

Antes de viajar, informe-se sobre a moeda do país e, tratando-se de um país fora da zona Euro, é importante que vá ao seu banco para comprar divisas. Faça-o com alguma antecedência porque, dependendo da moeda, podem não estar imediatamente disponíveis. Para saber qual é a taxa de câmbio, consulte a página da Caixa Geral de Depósitos.

É uma boa forma de evitar as comissões bancárias mas se tem receio de andar com dinheiro,  ainda pode usar os cheques viagem ou travelers cheques. São adquiridos em território nacional, no seu banco, e pode usar para pagar as compras no estrangeiro ou para trocar por moeda local. Ao receber os cheques no seu banco tem que os assinar e, no momento de pagamento ou troca no estrangeiro assina de novo. É importante que anote os números de série de todos os cheques para o caso de ter que pedir reembolso se os perder.

 

Cuidados a ter nas compras no estrangeiro

1. Antes de viajar, informe-se sobre a moeda do país e, tratando-se de um país fora da zona Euro, dirija-se ao seu banco para comprar a moeda estrangeira. Faça-o com alguma antecedência porque, dependendo da moeda, pode não estar imediatamente disponível. Para saber qual é a taxa de câmbio, consulte o simulador da Caixa Geral de Depósitos.

2. Se lhe acabar o dinheiro, pode levantar numa caixa multibanco, porém, faça o menor número de levantamentos possível e use apenas o cartão de débito para o efeito. Só em último recurso é que deve usar o cartão de crédito ou fazer levantamentos ao balcão.

3. Antes de partir, confirme se os seus cartões são aceites no país de destino. Alguns países podem apenas aceitar VISA, por exemplo.

4. Se lhe sobrar dinheiro estrangeiro, das duas uma: ou o gasta todo, a provar mais um prato tradicional e em presentes para si e para os outros ou guarda para uma próxima viagem. Se optar por cambiar o dinheiro para Euros é certo que vai perder dinheiro.

5. Em pagamentos com cartão de débito ou de crédito nunca perca o cartão de vista nem permita que o mesmo seja passado mais do que uma vez. Bastam uns segundos para o seu cartão ser clonado.

6. Leve consigo o número dos cartões, os contatos  do seu Banco e os números de conta para o caso de ser necessário cancelar os cartões ou confirmar alguma questão.


Veja também: