Qual é o melhor robot de cozinha?

Bimby, Mycook ou Yämmi, afinal, qual é o melhor robot de cozinha? Temos a resposta que procura.

Qual é o melhor robot de cozinha?
Bimby, Mycook ou Yämmi?

Com tanta oferta, é difícil escolher qual o melhor robot de cozinha para a sua família. Nascida em 1971, a Bimby dominou o mercado durante 30 anos mas a partir de 2001 começaram a surgir as primeiras concorrentes. Atualmente, na guerra dos robots de cozinha, três modelos estão na frente da batalha: a Bimby, da Vorwerk, a Yämmi, do Continente, e a Mycook, da Taurus. Para a ajudar a escolher o melhor robot de cozinha, analisamos as três máquinas e apresentamos de seguida todas as diferenças e as vantagens de cada uma.
 
Compre o seu robot de cozinha em suaves prestações. Saiba como aqui!

Robot de cozinha: qual escolher?

 
 

Funções

Todas as máquinas funcionam da mesma forma, ou seja, é necessário definir o tempo, temperatura e velocidade antes de começar a cozinhar mas é possível ajustar os valores a qualquer momento. As três permitem amassar, aquecer, bater em castelo, cortar, cozinhar a vapor, emulsionar, ferver, liquidificar, misturar, moer, picar, pulverizar, refogar, saltear e triturar. Até aqui, tudo igual.
 

Lâminas

A Bimby e a Mycook têm uma lâmina que faz todas as funções. Já a Yämmi tem duas lâminas: uma para misturar, outra para cortar, sendo possível ter que trocar a lâmina a meia de um cozinhado. De resto, todas as máquinas incluem o acessório misturador para preparar ou claras em castelo, cremes, molhos e mousses.
 

Temperatura e velocidade

Quanto à temperatura e velocidade, as coisas são um pouco diferentes. A Bimby tem 10 velocidades, a função espiga (para amassar massas), o turbo (para triturar) e permite cozinhar a temperaturas entre os 37º e os 120º.
 
A temperatura da Yämmi permite cozinhar entre os 37º e os 100º, também tem 10 velocidades e a turbo para triturar. No entanto, na Yämmi, a uma temperatura de 100º, não é possível uma velociade superior a 4. Já na Bimby e na Mycook, é possível cozinhar a qualquer temperatura e velocidade. 
 
A principal diferença nota-se na Mycook. Como na Bimby, também tem 10 velocidades, a função de amassar e a de turbo, apenas difere ligeiramente na temperatura porque permite cozinhar entre os 40º e os 120º. Contudo, a grande vantagem da Mycook é o facto de trabalhar por indução, o que a torna mais rápida e económica.
 

Ecrã

A Bimby de nova geração voltou a revolucionar e a simplificar com o ecrã táctil e apenas um botão para todas as funções. Tanto na Mycook, quanto na Yämmi são vários os botões para cada função.
 
Além disso, na Yämmi é necessário definir o tempo para iniciar qualquer programa, na restantes máquinas, não é preciso. Algum tempo depois de definir a temperatura, na Yämmi, o valor desaparece do ecrã, sendo necessário parar e rodar o botão para confirmar, nos outros robots de cozinha é sempre visível.
 

Balança

A Bimby e a Mycook têm balança incorporada, a balança da Yämmi vem à parte. Não será bem uma desvantagem mas, de facto, ajuda poder ir pesando no mesmo recipiente onde coloca os ingredientes, especialmente quando está a preparar molhos, por exemplo. 
 

Bandeja de vapor

Os três robots de cozinha estão preparados para cozer a vapor. Com este acessório pode, em simultâneo, cozinhar no copo e na bandeja, preparando vários pratos ao mesmo tempo. A Bimby e a Mycook têm dois níveis (1 tabuleiro) para cozinhar a vapor, já a Yämmi, tem três níveis (dois tabuleiros).
 

Copo e tampa.

O copo da Bimby tem capacidade para 2,2l, o da Mycook e da Yämmi apenas para 2l. Nos três robots de cozinha é possível adicionar ingredientes à medida que cozinha. A Bimby tem um sistema automático de fecho, o sistema de fecho da Mycook e da Yämmi, é necessário rodar para fechar.
 

Receitas

Na nossa opinião, esta é uma grande diferença entre os três robots de cozinha. A Bimby está no mercado há mais de quarenta e são milhares receitas adaptadas para este robot de cozinha, distribuídos por dezenas de livros, a revista mensal, o portal e dezenas de blogues amadores. Agora, com a quinta geração, é ainda mais fácil cozinhar na Bimby com todas as receitas programadas na Chave de Receitas.
 
No caso da Yämmi, ainda que bem menos do que a Bimby, existem já bastantes receitas publicadas no livro que a acompanha (são cerca de 300 receitas), além disso, na revista Continente, publicada mensalmente, há receitas específicas para o robot, assim como na página oficial e na aplicação Chef Online.
 
Em desvantagem está a Mycook. Que se conheça, apenas existem as pouco mais de 200 receitas publicadas no livro vendido com a máquina, sendo que a variedade é pouca e muitas são molhos ou bebidas. Além disso, ao contrário das concorrentes, as páginas oficias da Mycook não são uma mais-valia para os utilizadores deste robot, com muito pouca informação, sem receitas além das do livro ou dicas de utilização.
 

Preço

Como se sabe, a principal diferença está no preço. O novo modelo da Bimby, com todas as inovações, custa agora 1095 euros. A Mycook mantém-se nos 966 euros e a Yämmi custa apenas 395 euros.
 
Comparando a Bimby e a Mycook com a Yämmi, a diferença de preço é visível na qualidade de alguns matérias e também nas funcionalidades. Quando faz massa de pizza, pão ou rissóis na Yämmi, em vez de ter um bola pronta a esticar, será sempre necessário amassar com as mãos. Contudo, é um pequeno esforço que pode valer muito a pena se considerar a enorme diferença de preço. Além disso, uma análise da DECO considerou que, quando comparada com as restantes, tem boa qualidade e bom desempenho.
 
Quando comparamos apenas Bimby e Mycook, na nossa opinião, esta última perde a corrida pela questão das receitas que, no dia a dia, fazem toda a diferença. Quando investe num robot de cozinha que custa este preço, espera que a máquina lhe facilite a vida. Ter que estar a experimentar e a converter receitas de outras máquinas para a Mycook não faz sentido e é uma grande desvantagem. O que é uma pena porque a qualidade da máquina é excelente, porém, considerando a diferença de preço, fica melhor servida com a Bimby de 5ª geração.

Em novembro de 2015, o Pingo Doce lançou finalmente o há muito anunciado Chef Express. O novo robot de cozinha, com a chancela do Pingo Doce e da Flama, promete fazer exatamente o mesmo que os restantes por muito menos dinheiro. O Chef Express tem capacidade para dois litros, balança incorporada, lâmina para mexer e cortar, 10 velocidades e um livro com mais de 200 receitas, com base na dieta mediterrânea, especialmente pensadas para as famílias portuguesas. O robot está em pré-venda online e custa 399€.
 
Já escolheu o seu robot de cozinha? Conheça aqui a forma mais simples de o comprar.
 
Veja também: