Sabe com que frequência deve mesmo mudar os lençóis?

Quando foi a última vez que mudou a roupa da sua cama? Se é daqueles que costuma adiar esta tarefa doméstica, este artigo é para si. Afinal, mudar os lençóis com frequência é mais importante do que parece.

Sabe com que frequência deve mesmo mudar os lençóis?
Saiba de quanto em quanto tempo é que os lençóis devem ser mudados

Nada dá mais prazer do que chegar a casa no fim de um dia cansativo, tomar um duche e deitar numa cama com lençóis limpos, frescos, suaves e cheirosos. Para que isto aconteça e possa desfrutar ao máximo estes momentos, é necessário que cuide da sua roupa de cama e a troque e lave com frequência. Mas de quanto em quanto tempo será necessário mudar os lençóis?

A verdade é que cada um tem a sua rotina de limpeza com as suas regras estipuladas, até no que diz respeito à frequência com que os lençóis devem ser trocados. Mas será que o faz num espaço de tempo razoável? Será que a sua regra não está a prejudicar a sua saúde? 


Mudar os lençóis: esta é a frequência correta

De cada vez que entra na sua cama, está a deitar-se com um enorme número de ácaros, bactérias, sebo, pele morta, pêlo, bolor, suor e ainda a e.coli – ou seja, as bactérias fecais. Além de se irem gerando cheiros desagradáveis, os seus lençóis podem acabar por representar um perigo para a sua saúde e higiéne, podendo causar reações alérgicas ou piorar condições como a asma ou a rinite, caso sofra das mesmas.

Por isso, é fundamental que troque a sua roupa de cama com regularidade. Assim, as suas horas de sono e descanso serão melhores e a sua saúde também vai sair beneficiada. 

Na verdade, e segundo o Insituto Pasteur, uma vez a cada sete dias é o mais razoável. No entanto, e se conseguir vencer a preguiça, pode mudar os lençóis mais vezes – pelo menos no verão, quando suamos mais. Esta é mesmo uma questão de saúde, já que na sua roupa de cama pode alojar-se a bactéria staphylococcus aureus, que pode causar-lhe infeções urinárias e até pneumonia, por exemplo.



Mas mudar os lençóis não é suficiente...

Além de substituir lençóis usados por uns limpos, é importante que areje o quarto todos os dias, abrindo as janelas e deixando circular ar fresco. Na hora de lavar os lençóis, deve lavá-los a 60ºC com um detergente anti-bacteriano. Além disso, deve procurar estender a roupa ao sol antes de passá-la a ferro. Desta forma vai eliminar mais bactérias e evitar problemas de saúde ou de higiene.

Não se esqueça que também o seu pijama deve ser trocado pelo menos uma vez por semana e, de três em três meses, lave a sua almofada a altas temperaturas – já que esta também está sujeita a ácaros, bactérias e saliva. 

Quando mudar os lençóis, pode aproveitar também para retirar o pó que entretanto se acumula na superfície do seu colchão. Desta forma, vai mantê-lo em boas condições por mais tempo e muito mais limpo. 

Já sabe, pela sua saúde, deve mudar os lençóis pelo menos uma vez a cada sete dias, mudando também de pijama. É também fundamental que não se esqueça da higiéne do seu colchão e da sua almofada.

Veja também: