Quer ser um novo Empreendedor?

Crie o seu próprio emprego. Saiba tudo subscrevendo a nossa Newsletter de Empreendedorismo.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por e-konomista.pt e pelos nossos Parceiros

Enviar

6 Mulheres empreendedoras para inspirar o seu dia

Seis mulheres empreendedoras, com provas dadas e exemplos de sucesso que são uma inspiração para homens e mulheres. Conheça-as.

6 Mulheres empreendedoras para inspirar o seu dia
Bons exemplos nos negócios no feminino.

De acordo com números de 2014, as mulheres criam, aproximadamente, 35% dos negócios em Portugal e os números têm vindo a crescer. São já muitas as mulheres empreendedoras no nosso país que, fruto da necessidade, de uma alma mais aventureira ou por pura paixão, arregaçaram as mangas e fizeram-se ao caminho. Inspire-se e encontre o seu. 
 

6 Mulheres empreendedoras que acreditaram e conseguiram

 

Cristina Ferreira, Daily Cristina

Há muito tinha dado provas que estava aqui para deixar a sua marca. A mulher que desarmou Manuel Luís Goucha e conquistou o seu lugar na televisão e no coração dos portugueses tinha (e tem) mais para dar. Genuína, frontal, carismática e determinada, Cristina Ferreira, é uma das mulheres com mais sucesso em Portugal.

Talvez o segredo esteja aqui: “Não faço por fazer. Gosto do que me acrescenta. Do que embrulhado em paixão se torna tão meu que não consigo largar”.

Cristina mostrou todo o seu potencial ao lançar a página Daily Cristina e tudo em que toca vira ouro. Hoje é apresentadora na TVI, Diretora de Programas, tem um blogue, um perfume, uma marca de sapatos, a revista feminina de maior sucesso no país, emprega dezenas de pessoas, é mãe, é filha, é a Cristina.

 

Susana Esteves Pinto, Simplesmente Branco

A Susana já foi um pouco de tudo até que, um dia, há seis anos atrás, aproveitando a vaga do mercado, revolucionou a indústria dos casamentos em Portugal. Deixou de ser designer gráfica e passou a editora de conteúdos, área que não dominava mas que não a intimidou.

  Financie os seus projectos aquiMuito porque acha “que o caminho se faz caminhando e aprendendo, sem pensar demasiado sobre isso, o importante é o processo, muito mais que o resultado, fazer bem e melhor, era (e é) muito apelativo.”

Na página Simplesmente Branco, agregou e trouxe para a linha da frente muitas mãos cheias de profissionais competentes, que faziam diferente e melhor. Começou com 19 clientes, hoje são mais de 100. Lançou revistas digitais, escreveu um livro, criou o Destination (para convidar noivos de todo o mundo a casar em terras lusas), emprega duas pessoas e é feliz.

 

Rita Ferro Rodrigues e Iva Domingues, Capazes

Parece injusto juntar estas duas mulheres empreendedoras numa só referência mas o projeto Capazes, do qual são autoras, assim o exige. Rita e Iva são há muito conhecidas do grande público e em 2015 resolveram dar um passo em frente pelas mulheres.

Criaram a página Maria Capaz que agora se tornou na plataforma e associação Capazes, um espaço onde dão voz a mulheres empreendedoras, inspiradoras, sofridas, lutadoras e onde batalham pelos direitos e igualdade entre todos. 

A Rita e a Iva trouxeram para a ribalta o feminismo, mostram que ser feminista não é ser contra os homens, é ser por todos. Na Capazes dão “palco a todas as mulheres, conhecidas e anónimas que tenham trabalhos válidos e que pretendam dar-lhes visibilidade.”

 

Manuela Medeiros, Parfois

Inspirada nas viagens que fazia pelas capitais europeias, Manuela Medeiros, criou a Parfois, a marca líder em acessórios de moda e que está presente em mais de 51 países. Foi há vinte e dois anos que nasceu a primeira loja e, em apenas cinco anos, estava em todo o país.

Manuela começou por revender o que comprava noutros mercados mas, rapidamente, percebeu que precisava oferecer produtos exclusivos. Mudou a estratégia, contratou designers e agora lança 3500 referências por estação e todas as semanas há novidades nas lojas. 

Manuela é uma empreendedora visionária que, quando ninguém apostava na área e depois de uma experiência falhada, começou do zero e hoje é umas das mulheres empreendedoras portuguesas de maior sucesso dentro e fora de portas.

 

Sara do Ó, Grupo Your

Sara tinha apenas 26 anos quando criou a sua empresa num mundo dominado por homens. Junto com Filipa Xavier de Basto e duas secretárias nuns apertados 12 metros quadrados, lançou um negócio de contabilidade. 

Sara queria trazer dinamismo, garra e cor às contas e conseguiu! Oito anos depois, os 12 metros quadrados estavam transformados no Grupo Your, com mais de 500 clientes, empregava 70 pessoas e faturava 2,5 milhões de euros.

Agora, além da empresa de contabilidade, há mais seis: seguros ou serviço, comunicação de marcas, recursos humanos, e consultoria financeira. O segredo pode estar aqui: “Não é preciso inventar a roda. É preciso pegar num conceito e transformá-lo numa coisa diferente”, acredita Sara.


Estes são apenas alguns exemplos de mulheres empreendedoras, umas anónimas outras conhecidas, que têm muito a ensinar pelo seu exemplo e que podem ser uma inspiração diária para si, que está à procura de um novo caminho para a sua vida.


Veja também: