O que fazer se tiver um acidente automóvel no estrangeiro?

Viajar de carro para fora do país pode correr bem, mas em caso de acidente automóvel no estrangeiro, saiba como actuar. Uma dica importante: não deixe em casa a Carta Verde

O que fazer se tiver um acidente automóvel no estrangeiro?
Saiba como agir caso esteja envolvido num sinistro automóvel num país estrangeiro

Quando contratamos um seguro automóvel em Portugal, estamos informados sobre o que fazer em caso de acidente. Mas se tivermos um acidente automóvel no estrangeiro, o que fazemos? Como podemos actuar? O que cobrem os seguros? São estas questões que deve saber e que explicamos em seguida.

O meu seguro automóvel é válido no estrangeiro?

Se for viajar com o seu automóvel para fora de Portugal, deve sempre fazer-se acompanhar da Carta Verde, que é o comprovativo de que o seu carro tem o seguro obrigatório. A Carta Verde é um documento cedido pela seguradora e que tem a informação dos países que assinaram a convenção multilateral de garantias. 

E se o país para onde vou viajar não estiver na Carta Verde?

Se o país de destino não constar na lista da Carta Verde, peça à sua seguradora uma extensão territorial. Tenha em atenção porque esta alteração vai aumentar o prémio de seguro que já tem.


O que fazer se tiver um acidente automóvel no estrangeiro?

Se tiver um acidente automóvel noutro país, deve actuar da seguinte forma:
  • Contacte o Gabinete de Seguros do país em que se encontra. Pode encontrar os contactos no verso da sua Carta Verde.
  • Fique com uma cópia da Carta Verde do outro condutor para se proteger
  • Recolha os contactos das testemunhas, caso existam
  • Chame logo a polícia, mesmo que não haja feridos. Como está fora do seu país, é a melhor opção.
  • Preencha e assine a declaração amigável juntamente com o outro condutor.
  • Fique com os dados de todos os intervenientes no acidente

Posso resolver os danos do acidente em Portugal?

Sim, a boa notícia é essa. Se o acidente se der com veículos da União Europeia e nos países aderentes ao sistema da Carta Verde, a pessoa prejudicada pode resolver o acidente no seu país.

Nota: As seguradoras oficiais na União Europeia, são obrigadas a nomear um representante para resolver os sinistros em cada um dos Estados Membros.


Veja também: