O que visitar em Roma

A extensa oferta histórica e cultural da Cidade Eterna deixa qualquer viajante assoberbado. Nós indicamos-lhe o que é mesmo essencial visitar em Roma. 

O que visitar em Roma
Uma seleção de 5 dos mais icónicos destinos da capital italiana.

Os melhores hotéis e hostels de Roma à sua disposiçãoCom uma oferta histórica e cultural absolutamente incomparável, torna-se bastante difícil definir exatamente o que visitar em Roma. No entanto, para a maior parte dos viajantes, os destinos mais apelativos da Cidade Eterna continuam a ser os vestígios daquela que foi a impressionante capital do Império Romano e o incontestado berço da civilização ocidental.

Como sabemos? Porque fizemos uma pesquisa no site TripAdvisor e, dessa forma, identificamos os monumentos e espaços que os viajantes mais gabam e recomendam. Para que possa ficar a saber de forma mais concreta o que deve mesmo visitar em Roma, desse admirável grupo selecionamos cinco exemplos, que lhe vamos apresentar de seguida e que deve encarar como sugestões imperdíveis. Divirta-se.
 

Descubra o que não pode deixar de visitar em Roma

 

1. Coliseu

Coliseu de Roma

Com 48 metros de altura e capacidade para 55.000 pessoas, este emblemático monumento apresenta características arquitetónicas verdadeiramente impressionantes para a altura em que foi mandado construir pelo Imperador Vespasiano, entre 70 e 90 DC. Também conhecido como “Anfiteatro”, durante quase 400 anos, este símbolo do Império Romano foi palco de espetáculos chocantes, como combates mortais entre gladiadores, confrontos entre animais selvagens ou uma conjugação dos dois. Apesar de atualmente estar em ruínas, devido a pilhagens e terramotos, em 2007 foi eleito como uma das “Sete maravilhas do mundo moderno”.

Curiosidade: para marcar a sua inauguração, o imperador Titus levou a cabo uma maratona de “espetáculos” que duraram 100 dias e envolveram o massacre de 5.000 animais. Uns anos mais tarde, este recorde foi batido, com uma maratona de 117 dias ,em que foram mortos 9.000 gladiadores e 10.000 animais.


 

2. Panteão

Dos principais ex libris que integram a nossa lista sobre o que visitar em Roma, este templo é um dos preferidos. Isto porque é um dos monumentos mais bem preservados, mantendo-se praticamente idêntico ao que era há 2.000 anos atrás: visitá-lo é quase como entrar numa máquina do tempo e ver exatamente como eram as construções por altura do Império Romano. Não pode, pois, perder aquele que é considerado um dos edifícios mais influentes do Mundo Ocidental, fascinante sobretudo pelas suas portentosas dimensões e incomparável cúpula.

Curiosidade: originalmente, este monumento foi dedicado aos deuses clássicos – Panteão: Pan (todos) + Theos (deuses); no entanto, em 608 D.C. foi consagrado como Igreja Cristã, sendo agora conhecido como Basilica di Santa Maria ad Martyres.


 

3. Arcibasilica di San Giovanni in Laterano (Arquibasílica de São João de Latrão)

Aquela que é, ainda hoje, a catedral oficial da cidade, foi a primeira Basílica Cristã construída em Roma e, durante milhares de anos, assumiu o papel do templo mais importante da Cristandade. Esta magnífica catedral destaca-se pela bela fachada branca, de estilo neoclássico, bem como pelas impressionantes 15 estátuas de sete metros, representando Cristo, S. João Batista, João, o Evangelista, e os 12 apóstolos. O interior é de tirar o fôlego, com o seu teto dourado, chão de mosaicos do séc. XV e ampla nave central, forrada com enormes estátuas dos apóstolos. Verdadeiramente imperdível.

Curiosidade: consta que na nave central da Arquibasílica, sob o altar papal, estão albergadas as relíquias das cabeças de S. Pedro e S. Paulo. Além disso, também existe aí um monumento ao Papa Silvestre II que, supostamente, sua e range quando está iminente a morte de um Papa.


 

4. Piazza Navona

Piazza Navona

Esta praça central da cidade de Roma é um destino inevitável para qualquer pessoa que aprecie a verdadeira elegância e beleza clássicas. Deixe-se seduzir pelos palazzi barrocos, pelos coloridos grupos de artistas de rua, pela animação dos inúmeros turistas e, obviamente, pelas ornamentadas fontes, que asseguram grande parte do seu encanto. Com destaque central, encontra a Fontana dei Quattro Fiumi, de Bernini, que representa as personificações dos rios Nilo (África), Ganges (Ásia), Danúbio (Europa) e Rio da Prata (América). Outras duas fontes a destacar são a Fontana del Moro e a Fontana del Nettuno.

Curiosidade: conta a lenda que a figura do Nilo na Fontana dei Quattro Fiumi está a evitar olhar para a Chiesa di Sant’Agnese in Agone porque o criador desta foi Francesco Borromini, odiado rival de Bernini. No entanto, a verdade é que a fonte ficou terminada dois anos antes de se ter iniciado a construção da igreja, e o gesto do Nilo a tapar os olhos significava apenas que a origem deste rio era desconhecida à época...


 

5. Fórum Romano e Palatino

Apesar das ruínas que atualmente o constituem, o Fórum não deixa de ser impressionante e de ter o seu encanto. Basta pensar que, com as suas ruelas em paralelo, este foi o epicentro social, político e comercial do impressionante Império Romano, um distrito grandioso, recheado de templos, basílicas e animados espaços públicos. Entre os muitos pontos de interesse que aqui encontra, destacamos: a Via Sacra; o Arco di Settimio Severo, dedicado ao imperador que lhe dá nome e aos seus dois filhos; a Curia, que foi a localização original do Senado Romano; e o Tempio di Giulio Cesare, onde este imperador foi cremado.
 
Curiosidade: de visita obrigatória é ainda a Casa delle Vestali (acesso restrito) que, como o nome indica, era o lar das vestais, as virgens que protegiam a chama sagrada do adjacente Tempio di Vesta. As 6 sacerdotisas eram meninas entre os 6 e os 10 anos, escolhidas de famílias patrícias, que serviam no templo durante 30 anos. Se a chama se apagasse, a sacerdotisa responsável era açoitada; se algumas delas perdesse a virgindade, era enterrada viva e o homem envolvido açoitado.



Se já decidiu que pelo menos o seu caminho vai mesmo lá ter, então sabemos que a nossa lista sobre o que visitar em Roma vai ser bastante útil. Esperamos que tenha gostado e que se divirta muito a conhecer pessoalmente os vestígios da História que lhe apresentamos por escrito. Boa viagem!
 

As melhores dicas e promoções de Viagem, anunciadas na nossa Newsletter


Veja também: