11 dicas para poupar em restaurantes

Nos dias de hoje, toda a poupança conta. Não tendo de abdicar das refeições fora, estas 11 dicas vão ajudá-lo a poupar em restaurantes.  

11 dicas para poupar em restaurantes
Saiba como economizar quando come fora

Almoçar ou jantar fora é, para muitos de nós, um luxo e para outros uma necessidade, muitas vezes pela falta de tempo para preparar as refeições em casa. Para que a conta não traga surpresas desagradáveis é importante saber como poupar em restaurantes.
 

11 gestos simples para poupar nas refeições fora de casa

 

Esteja atento ao que outros clientes dizem

Comece por saber o que se diz dos restaurantes ao seu redor. Sites como o TripAdvisor ou o Zomato são bons pontos de partida para escolher um restaurante com a melhor relação qualidade-preço. Se está à procura de sítio para almoçar, jantar ou que possua take-away, dê primeiro uma vista de olhos nestes portais e comece a sua poupança fazendo a melhor escolha.
 

Aposte nos sites de desconto

Para duas pessoas ou mais, não deixe de consultar com regularidade a Groupon ou a Odisseias, que possuem uma seleção considerável de restaurantes a preços bem simpáticos. Para quem não abdica de comer fora ao fim de semana, por exemplo, esta é uma boa forma de poupar em restaurantes sem cortar na qualidade. Mas atenção!, esteja atento ao que está incluído no menu que escolher, de forma a prevenir gastos acrescidos com extras como a sobremesa ou café.

 
Quer saber mais?
Receba as nossas melhores dicas no seu e-mail. Registe-se no E-Konomista. Diariamente, levamos até si as melhores dicas de poupança.

Traga o vinho de casa

O vinho e as sobremesas são os itens mais caros de qualquer ementa. Em alguns restaurantes já é possível trazer a sua garrafa de casa, por isso informe-se antecipadamente acerca dos locais que praticam essa política. Vai ver que a fatura vai diminuir drasticamente. Se não costuma beber muito à refeição, outra alternativa é pedir vinho a copo, ao invés de uma garrafa.
 

Peça para levar o que não comeu

Longe vai o tempo em que havia vergonha em pedir para embrulhar os restos da refeição; não tenha receio de o fazer. Evite desperdícios desnecessários e aproveite as sobras do jantar para o almoço do dia seguinte, e vice-versa.
 

Atenção às entradas e sobremesas 

As entradas também costumam pesar bastante na conta. Tem a certeza de que precisa mesmo de comer pão, queijo, azeitonas, tostas com paté e presunto com melão? Procure ser mais contido e guarde o seu apetite para o prato principal. No que diz respeito às sobremesas, o caso é tão ou mais flagrante quanto o do vinho em termos de custo, mas se não consegue mesmo abdicar do doce no final da refeição partilhe-o para uma maior poupança.
 

Esteja atento às happy hours

Muitos restaurantes têm dias específicos ou horas em que a comida ou as bebidas são mais baratas. Por norma, estes descontos fazem-se ligeiramente fora do horário habitual das refeições, mas se não se importa de comer um pouco mais cedo ou um pouco mais tarde esta é uma boa forma de poupar em restaurantes.
 

Meia dose às vezes vale por uma

Procure saber como são servidas as doses pois, por vezes, meia dose dá perfeitamente para duas pessoas. Por outro lado, se vai almoçar ou jantar acompanhado, procure pedir o mesmo que a outra pessoa porque, por norma, uma dose é mais barata que duas meias doses.
 

Aposte nos menus infantis

Se tem crianças pequenas, procure restaurantes que sirvam menus infantis. Estes são mais baratos e, ao mesmo tempo, evita-se o desperdício que acontece quase sempre que os mais pequenos comem uma refeição para adulto (em que metade fica no prato).
 

Evite comer fora em dias festivos

Dia dos Namorados, Passagem de Ano, Páscoa… Tudo ocasiões em que vai encontrar restaurantes cheios e, provavelmente, esperar mais e comer pior e mais caro, isto porque alguns restaurantes utilizam estas festividades para aumentar pontualmente os preços.
 

Prefira o take-away

Se não pode mesmo evitar comer fora várias vezes por mês, prefira o take-away e faça a sua refeição em casa. Vai conseguir abdicar de entradas, bebida, sobremesa e café, pelo que conseguirá uma maior poupança. E se levar os seus próprios recipientes para acomodar a comida ainda poderá poupar um pouco mais!
 

Confira a conta

Por último, não se esqueça de confirmar a conta. Se já seguiu todas as nossas dicas para poupar em restaurantes, é importante conferir os valores com a certeza de que não foram contabilizadas bebidas que não pediu, ou uma dose em vez da meia que consumiu, entradas, sobremesas ou cafés-fantasma. Erros acontecem e num restaurante cheio ainda mais, por isso certifique-se de que está a pagar por exatamente aquilo que lhe foi servido.


Veja também: