Qual o preço de legalização de carros importados?

O preço de legalização de carros importados não é nenhuma brincadeira, mas em certos casos pode valer a pena, e muito.

Qual o preço de legalização de carros importados?
Tenha uma noção do preço com que deve contar

Crédito Automóvel: o 1º passo para o carro dos seus sonhos!Se viu um carro em excelente estado e bom preço lá fora e pensa comprá-lo, é melhor pensar bem no assunto.  Apesar de parecer um bom negócio, não se esqueça que  legalizar o carro não será de borla. O preço de legalização de carros importados pode, ou não, fazer com que o negócio deixe de valer a pena.

O processo de legalização vai dar-lhe dores de cabeça, e o preço final vai depender de vários fatores, desde o carro que compra até à forma como lida com os problemas logísticos que vai enfrentar. Se encontrar um bom negócio, pode continuar a valer a pena – até pode gostar da parte logística, quem sabe.
 

Despesas associadas à legalização

Os impostos mais óbvios envolvidos no preço de legalização de carros importados são: o Imposto Sobre o Veículo (ISV) e o Imposto Único de Circulação (IUC). O ISV é um imposto único que tem de ser pago pela primeira matriculação do carro em Portugal. No cálculo estão envolvidos vários fatores, entre os quais:
  • O ano e mês da matrícula
  • A cilindrada
  • As emissões de CO2
  • O valor comercial

Pode simular o valor a pagar do ISV no site das finanças.

Além destes fatores, tem ainda direito a um desconto de acordo com a idade do automóvel, sendo que o mínimo é de 20% para carros com 1 e 2 anos, e o máximo é de 52% para carros com mais de 5 anos. Existem tabelas online que pode consultar para ver qual o desconto.

Além destes impostos, terá que lidar com despesas em documentação, obtenção e registo de matrícula e inspeção automóvel. Todos estes fatores vão pesar no resultado final do preço de legalização de carros importados. 

Para saber tudo o que vai precisar, pode consultar o nosso guia para legalizar carros importados, onde terá toda a informação acerca do processo. No entanto, terá de contar sempre com pelo menos €1500 em custos de legalização. Existem também empresas que tratam do processo por si, mas cobram por tal.

 

Como funciona o IVA?

De acordo com a Comissão Europeia nunca terá que pagar duas vezes o IVA do automóvel – neste imposto tem uma pequena ajuda. Se o carro for usado e comprado a um particular, nem sequer terá de pagar IVA.

Se o carro for novo, paga o IVA em Portugal e não no país de origem, e se for usado comprado a um profissional, pagará o IVA no país de origem. Um carro é considerado novo quando tem menos de 6 meses e menos de 6,000 quilómetros.

 

Trazer o carro para Portugal

Além das despesas associadas à legalização, existem mais algumas de que tem de se lembrar, e que acrescem ao preço de legalização de carros importados. 

Quando compra um automóvel lá fora tem de se lembrar de o trazer para cá, Tem três opções para o fazer:
  • rebocar o carro (atrelando-o a um carro registado e com seguro);
  • contratar uma empresa de transporte;
  • conduzi-lo você mesmo – afinal o carro é seu.

Se optar por conduzir o carro, terá que ter um seguro válido, uma matrícula provisória e dinheiro suficiente para lidar com portagens e ter gasolina suficiente para chegar. Deve ainda confirmar se os países onde vai passar aceitam matrículas provisórias, senão pode acabar metido em problemas sérios.

Antes de tomar a sua decisão considere todos os custos que vai ter que enfrentar e planeie bem a forma como vai lidar com problemas logísticos ao longo do processo. Podem ser a diferença entre um excelente negócio e atirar dinheiro para cima dos outros.
 

Faça uma simulação personalizada para o seu Crédito Automóvel


Veja também: