AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

As profissões mais indicadas para pessoas com Síndrome de Asperger

Tem Síndrome de Asperger? Saiba quais as áreas profissionais em que as suas características e competências únicas serão mais valorizadas.

As profissões mais indicadas para pessoas com Síndrome de Asperger
Guia de gestão de carreira do candidato com Asperger

A Síndrome de Asperger é uma perturbação neurocomportamental de base genética. Pode ser definida como uma perturbação do desenvolvimento que se manifesta, essencialmente, por alterações comportamentais, sobretudo na interacção social e na comunicação.

Candidatos com Asperger podem, no entanto, encontrar actividades profissionais em que tirem o máximo partido das suas características. Dizemos-lhe quais!


Guia de gestão de carreira do candidato com Asperger 



Características das pessoas com Síndrome de Asperger

Antes de mais, importa conhecer as especificidades desta perturbação, e ter em mente que as pessoas com Síndrome de Asperger são todas diferentes e possuem pontos fortes e pontos fracos em função dos quais devem planear a sua carreira.

Aqui ficam alguns dos traços mais comuns desta síndrome:
  • Q.I. normal a elevado
  • Funções de linguagem normais e vocabulário elaborado
  • Leque de interesses geralmente muito reduzido
  • Falta de interesse em partilhar espontaneamente experiências com outras pessoas
  • Padrões repetitivos de comportamento
  • Ausência de contacto visual directo
  • Expressões faciais desadequadas
  • Forte interesse por uma área específica do saber ou por uma actividade em concreto (manifesto por vezes antes mesmo da idade escolar)



Que dificuldades pode um candidato com Asperger encontrar quando procura emprego?

Como as competências de relacionamento interpessoal são geralmente valorizadas nos contextos profissionais, as pessoas com Síndrome de Asperger podem encontrar dificuldades acrescidas no momento de encontrar um trabalho.

Tal acontece, antes de mais, porque durante a própria entrevista de emprego a pessoa com Síndrome de Asperger pode enfrentar alguns preconceitos por parte do empregador. Como esta síndrome afecta o comportamento e a comunicação, serão evidentes para o recrutador as dificuldades de expressão do candidato com Asperger. Para o candidato, pode ser difícil comunicar ao entrevistador quais são os seus pontos fortes e em que medida pode contribuir para o sucesso da empresa.

Por esse motivo, é fundamental que o candidato se faça acompanhar de um CV claro e conciso, que evidencie os seus pontos fortes e que funcione como um suporte à comunicação com o entrevistador.



Como é o trabalho ideal para o candidato com Síndrome de Asperger?

As pessoas com Asperger possuem qualidades únicas que podem e devem ser rentabilizadas num contexto profissional que lhes permita sentirem-se realizadas.
Para tal, recomenda-se que o trabalho seja:
  • Orientado para objectivos
  • Pouco exigente do ponto de vista das interacções sociais
  • Previsível
  • Complexo e minucioso do ponto de vista cognitivo
  • Com tarefas que exijam memória a curto-prazo



Actividades profissionais indicadas para pessoas com Síndrome de Asperger



A importância do ambiente de trabalho

Mais determinante para o sucesso de uma pessoa com Síndrome de Asperger do que a natureza das tarefas que tem que desempenhar é a forma como estão organizados o ambiente e a rotina de trabalho. É importante conhecer tão bem quanto possível o local de trabalho e garantir que este tem as seguintes características:
  • Rotinas bem definidas
  • Ambiente calmo e não ruidoso
  • Tarefas previsíveis
  • Supervisores que comuniquem claramente os objectivos a atingir e as regras a cumprir
  • Liderança não autoritária



Estratégias para encontrar a profissão certa para si

  • Explore activamente as suas áreas de interesse profissional e procure conhecê-las tão bem quanto possível. Proponha a amigos ou familiares que se encontrem a trabalhar a possibilidade de fazer “job-shadowing”, ou seja, de passar um dia na empresa a observar a forma como os profissionais trabalham.
 
  • Recorra aos serviços de um Coach ou Consultor de Carreira para analisar de forma sistemática os seus interesses, competências técnicas e transversais, e para receber feedback acerca das principais exigências apresentadas pelo Mercado de Trabalho antes e depois de começar a trabalhar. 
 
  • Quando se candidatar a um emprego, “venda” o seu trabalho, não a sua personalidade. Construa um portefólio que lhe permita demonstrar as suas competências técnicas na área em que pretende trabalhar.
 
  • Na entrevista de emprego, seja sincero e diga ao recrutador que tem Síndrome de Asperger. Prepare-se para enfrentar alguns preconceitos, mas confie que se o fizer terá mais probabilidade de integrar uma empresa que respeite, valorize e tire partido das suas características únicas!
Dois minutos chegam para concorrer ao emprego dos seus sonhos >>
Veja também: