Seguros de Crédito à Habitação vão acompanhar capital em dívida

A partir de 10 de Dezembro, entram em vigor as novas regras dos seguros de vida contratados no âmbito do crédito à habitação. Conheça as alterações.

De acordo com o novo diploma, em vigor a partir de 10 de Dezembro de 2009, os prémios dos seguros de vida celebrados nos contratos de crédito habitação ficarão indexados ao valor do capital em dívida.

 

Segundo João Fernandes, economista da DECO Proteste, numa explicação ao SAPO Notícias sobre as novas regras do crédito à habitação, o diploma prevê a actualização do capital seguro, em simultâneo, à do capital em dívida no crédito à habitação, devendo a empresa de seguros fazer reflectir essa actualização no cálculo do valor a pagar pelo consumidor.

 

Este refere que se trata duma situação vantajosa para quem contratou um seguro de vida apenas para garantir o crédito à habitação, visto que o importante é pagar o menor prémio possível. Se em vez de anualmente, o prémio for actualizado mensalmente, o cliente conseguirá poupar algum dinheiro.

 

O SAPO Notícias acrescenta ainda, como nota explicativa, que "a actualização mensal do prémio de seguro por redução do capital em dívida é independente do prémio de seguro crescente em função da idade. Assim, uma não tem quaisquer implicações na outra, o que leva a que, nalguns casos, o que aumenta devido à idade é mais do que o que diminui devido ao capital (mas o inverso também é possível)".



Estas novas regras são válidas para os novos contratos, assim como para os contratos antigos. O cliente não terá de preocupar-se com a actualização do seguro de vida, uma vez que todo o processo é tratado conjuntamente pela instituição de crédito e pela companhia de seguros. A actualização do seguro de vida contratado no crédito à habitação será efectuada automaticamente assim que o novo diploma entre em vigor.

 

Veja também:

 

Dúvidas sobre seguros de Crédito à Habitação vão acompanhar capital em dívida

Inserido 29 dias 2 meses atrás

Partilhe com a comunidade do E-Konomista as suas dúvidas ou opinião.

Enviar email de notificação sobre este tópico

» Publicar »

Outras respostas (0)