Publicidade:

Trabalho temporário: vantagens e desvantagens

O trabalho temporário é, cada vez mais, uma realidade social. Se está a pensar procurar um emprego deste tipo, saiba quais as vantagens e desvantagens.

Trabalho temporário: vantagens e desvantagens
Saiba o que esperar de um trabalho temporário

Ainda que o conceito de trabalho temporário possa ser revestido de um caráter negativo nos dias que correm, devido ao contexto económico que presentemente vivemos, a verdade é que nem tudo é, na verdade, negativo neste tipo de trabalho.

Quem oferece este tipo de empregos são as empresas de trabalho temporário, quando há necessidades pontuais de trabalhadores, pelas mais variadas razões. O trabalho temporário cresce, habitualmente, em determinadas alturas do ano – como o Natal, por exemplo. No entanto, quais são as suas vantagens e desvantagens para o trabalhador?

Saiba, pois, o que pode esperar de um trabalho temporário que possa vir a ter, conhecendo os seus pontos positivos e negativos.

Trabalho temporário: tudo o que precisa de saber


Em que consiste o trabalho temporário?

Um contrato de trabalho temporário é um contrato “triangular”, no qual a posição contratual da entidade empregadora se desdobra entre a empresa de trabalho temporário (que contrata, remunera e exerce poder disciplinar) e o utilizador (que recebe nas suas instalações um trabalhador que não faz parte dos seus quadros e exerce, em relação a ele, por delegação da empresa de trabalho temporário, os poderes de autoridade e direção próprios da entidade empregadora).

Quais os termos do contrato?

trabalho temporário

O contrato celebrado tem de ser, obrigatoriamente, impresso em duplicado e deve conter os seguintes elementos:

  • nome e residência do utilizador e denominação e sede da empresa de trabalho temporário, bem como números de contribuinte do regime geral da segurança social;
  • número e data do alvará de autorização da empresa de trabalho temporário para o exercício da atividade;
  • a razão de recurso ao trabalho temporário por parte do utilizador;
  • horário e local de trabalho;
  • quais as características do posto de trabalho;
  • valor da retribuição mínima devida pelo utilizador a trabalhador do quadro próprio que ocupasse o mesmo posto de trabalho;
  • montante da retribuição devida pelo utilizador à empresa de trabalho temporário;
  • início e duração, certa ou incerta, do contrato;
  • data da celebração do contrato.

Remuneração

O trabalhador temporário tem direito a auferir a remuneração mínima fixada na lei ou instrumento de regulamentação coletiva de trabalho aplicável para a categoria profissional correspondente às suas funções – a não ser que outra, mais elevada, seja por este praticada para o desempenho das mesmas funções. Sempre com ressalva de retribuição mais elevada consagrada em instrumento de regulamentação coletiva de trabalho aplicável à empresa de trabalho temporário.

Subsídios

Subsídios de férias e de Natal, bem como outros subsídios regulares e periódicos, que, pelo utilizador sejam devidos aos seus trabalhadores por idêntica prestação de trabalho, são do direito do trabalhador, na proporção do tempo de duração do contrato.

Férias

As férias, salvo convenção em contrário, poderão ser gozadas após a cessação do contrato, sem prejuízo do seu pagamento, bem como do respetivo subsídio, desde que o contrato de utilização de trabalho temporário não ultrapasse 12 meses.

Trabalho temporário: vantagens


trabalho temporario

1. Oferta mais abrangente e frequente

Encontrará bastante oferta online e em diversas agências de trabalho temporário, que habitualmente publicitam vagas existentes.

2. Oportunidade de fazer formação que enriquecerá o seu CV

Há muitas empresas que fornecem formação inicial gratuita a este tipo de trabalhadores que, desta forma, ganham novas competências poderão enriquecer o seu CV e ser muito úteis no futuro profissional.

3. Pode dar a oportunidade de ficar na empresa a trabalhar

Se marcar pela diferença, poderá haver a possibilidade de ser convidada a integrar os quadros da empresa. Tem de começar por algum lado, certo?

4. Pode continuar a procurar um emprego mais estável

Ninguém o impede de procurar um emprego mais estável estando num trabalho temporário. Este tipo de trabalhos podem ajudá-lo a suportar as suas despesas enquanto procura outro emprego.

5. É uma forma de conhecer novos contactos no mundo profissional

Todos sabem que o networking pode ser a chave para uma carreira de sucesso e através destes empregos temporários vai ter a oportunidade de contactar e de se relacionar com vários contactos profissionais e de áreas distintas – que podem, até, ser a porta de entrada para novas oportunidades de emprego.

Desvantagens do Trabalho Temporário


1. É precário

Ou seja, não confere segurança ou estabilidade financeira ao trabalhador.

2. Sem regalias

Neste tipo de trabalhos, não são oferecidas as regalias habituais.

3. Os salários são, habitualmente, mais baixos.

Por norma, os salários pagos neste tipo de trabalho são mais baixos do que o habitual.

Como pode verificar, há várias vantagens e desvantagens do trabalho temporário. Se não tiver mesmo outra oportunidade de emprego, poderá começar por aqui e esperar que novas oportunidades surjam no futuro.

Veja também:

Catarina Mesquita Catarina Mesquita

Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses e Ingleses, Pós-Graduada em Linguística Portuguesa e Mestre em Estudos Portugueses Multidisciplinares, possui experiência de mais de quinze anos ao serviço da educação, da tradução e da escrita.