Plano de vacinação dos cães: porque não pode falhar

Cumprir corretamente com o plano de vacinação dos cães é primordial. Saiba porquê.

Plano de vacinação dos cães: porque não pode falhar
Vacinar o seu animal de estimação é essencial

O aparecimento e massificação da vacinação veio revolucionar a vida dos seres humanos. Com a extensão deste processo de imunização aos animais, a convivência entre o Homem e os seus “amigos de quatro patas” tornou-se mais saudável. Assim sendo, cumprir com o plano de vacinação dos cães é fundamental.

Assim que nasce, o cachorro consegue proteger-se dos agentes patogénicos a partir dos anticorpos obtidos através do leite materno. Assim que termina o período de amamentação, o cachorro fica mais vulnerável a doenças infeciosas e é aqui que a vacinação passa a assumir um papel importante. Contudo, o plano de vacinação varia consoante cada caso e deve ser definido por um médico veterinário que irá analisar a raça do animal e respetivo estilo de vida. 


Tipos de vacinação nos cães

Em Portugal, cães e gatos são vacinados contra várias doenças:
  • Raiva: a vacinação é obrigatória e este vírus pode afetar o Homem;
  • Parvovirose: este vírus, que pode ser fatal, afeta sobretudo cachorros. Raças como Husky, Golden Retriever, Rottweiler ou Dobermann são mais suscetíveis ao Parvovirose e, por isso, a primeira vacina deve ser administrada antes dos 45 dias de vida;
  • Leptospirose: é uma doença bacteriana que pode provocar a falência renal. Pode ser transmitida para o Homem;
  • Parainfluenza: é um vírus de propagação muito rápida e que está associado à chamada “tosse do canil” e que se desenvolve em locais onde existe um aglomerado de cães;
  • Esgana: esta é uma doença muito perigosa já que pode provocar pneumonia ou paralisia.
 


Qual o plano de vacinação dos cães em Portugal?

Por norma, a primeira vacina é administrada entre as seis e as oito semanas e serve para impedir o desenvolvimento do Parvovirus. O reforço para esta condição é feito três ou quatro semanas depois, ao mesmo tempo que o cachorro é vacinado contra a leptospirose, a Esgana e a Parainfluenza (o segundo reforço destes vírus é feito quatro semanas depois).

Durante o programa de vacinação inicial, apelidado pelos profissionais de “primovacinação”, o cachorro não deve contactar com animais doentes ou que não estejam vacinados.

A vacina contra a Raiva, obrigatória por lei, é feita a partir dos seis meses de idade. Por norma, o plano de vacinação dos cães é revisto todos os anos (os valores das vacinas variam consoante o preço praticado por cada médico veterinário). 

Confie sempre no plano de vacinação estipulado pelo seu veterinário. Afinal de contas, é o profissional mais habilitado para perceber as necessidades do seu animal. 

Veja também: