Vantagens e desvantagens do líquido anticongelante

Chama-se anticongelante, mas na verdade é um líquido de refrigeração. Saiba que há mais vantagens e não o usar pode ser prejudicial. Temperaturas altas? Jamais.

Vantagens e desvantagens do líquido anticongelante
Conheça um pouco mais do líquido que refrigera o motor do carro

Portugal tem um clima fantástico. Nem muito frio, nem muito quente, é o ideal para viver. Mais a Sul e na Costa Alentejana há praias paradisíacas, mais ao centro a Serra da Estrela e no Norte o Parque Natural da Peneda-Gerês, sem esquecer as cidades cheias de história de Norte a Sul deste canteiro à beira mar plantado. 

Apesar deste clima invejável, com temperaturas amenas, comparando com outros países - mais a Norte onde o frio alcança temperaturas baixas capazes de congelar quase todos os líquidos, mais ao Centro com temperaturas que tão altas que só se está bem debaixo de um sombrero - é necessário ter em atenção as temperaturas que podem ser atingidas no nosso automóvel. Não falamos da sentida dentro do habitáculo, mas sim na temperatura que é atingida no motor do carro. Para isso há um líquido muito importante: o anticongelante.
 

Por que devemos usar anticongelante

Apesar de se chamar anticongelante este líquido - seja azul, verde, rosa, vermelho, bom as cores podem ser muitas - é na verdade um líquido de refrigeração, que protege os elementos do circuito da corrosão, de formações calcárias, e evita a erosão provocada pela implosão de pequenas borbulhas, que acontece quando o líquido ferve.

Há então algumas características do anticongelante que o fazem tão importante.

 

Algumas das vantagens do anticongelante

  • o correto funcionamento do circuito de refrigeração depende de uma boa circulação do líquido. Deve usar líquido de refrigeração (vulgarmente chamado anticongelante) para impedir a corrosão no circuito, nomeadamente, em componentes como a bomba de água, o termostato ou o radiador. Usando apenas água, começa a formar-se ferrugem, entupindo os componentes e impedindo a livre circulação do líquido. O circuito de refrigeração não funcionando bem, leva a ao sobreaquecimento do motor o que provoca entre outros danos, a junta da culaça queimada;
  • o anticongelante aumenta o ponto de ebulição, isto é, a temperatura a que começa a ferver é maior, permitindo, desta forma, refrigerar o motor de forma mais eficaz, tendo em conta as temperaturas que o coração do nosso carro atinge;
  • o objetivo deste líquido é também manter-se no mesmo estado (líquido) independentemente do rigor da temperatura, por forma a poder desempenhar o seu trabalho. Assim, quanto mais baixo (sendo negativo será mais alto) for o valor da temperatura indicada melhor será o líquido pois é mais resistente.
 

A desvantagem!

Há apenas uma desvantagem na utilização do anticongelante que se prende com a sua toxicidade quando em contacto com os olhos ou ingerido, desta forma evite que esteja ao alcance de crianças.

 

Dicas úteis

Lembre-se de trocar o anticongelante do seu carro tendo em conta as indicações da marca, ou se já o trocou tenha em atenção a validade do líquido e número de quilómetros que pode fazer com ele, tal como o óleo do motor.

Esteja atendo à temperatura do motor do carro, que pode observar no painel de instrumentos, se atingir temperaturas fora do normal visite o seu mecânico.

Em situações extremas em que tem de seguir viagem e o anticongelante saiu devido a uma fuga pode utilizar outro líquido. A cerveja pode ser uma opção, como fez o piloto de WRC Thierry Neuville no rali do México.



Veja também: