7 verdades sobre o casamento que estão totalmente erradas

Certamente já lhe disseram muitas coisas sobre o casamento, mas nem tudo corresponde à verdade. Descubra os principais mitos.
 

7 verdades sobre o casamento que estão totalmente erradas
Desvende alguns dos mitos ou frases feitas sobre o casamento

Quando o assunto é casamento, todos parecem ter uma palavra a dizer, todos parecem ter conselhos úteis para dar e uma ou outra frase feita para dizer no momento certo. Mas, já diz o ditado, “se os conselhos fossem bons, ninguém os dava, vendia!”. Saiba desde já que muitas das verdades sobre o casamento estão totalmente... erradas.

Se a vida fosse uma comédia romântica ou um conto de fadas, sabíamos que tudo iria acabar bem no final. No mundo real, as relações são complexas e nem sempre as coisas são um mar de rosas. Muitas das ideias pré-concebidas sobre casamento estão erradas. Foi sobre essas ideias que se debruçou o Huffington Post, que pediu a alguns terapeutas e especialistas para desmistificarem algumas das coisas que se dizem sobre casamentos, mas que na realidade estão totalmente erradas. Ora veja.


As 7 principais falsas verdades sobre o casamento 


O casamento implica um esforço de 50% de cada um dos membros do casal

Só o simples facto de se estarem a usar números para quantificar quem faz ou dá mais pela relação já devia ser um sinal de que este é um daqueles conselhos a não seguir. As relações não são equações matemáticas e não é suposto manter-se um registo de quem dá ou faz mais ou menos pela relação.

O que conta é a reciprocidade do casal. Haverá alturas em que um dos elementos terá alguns problemas e será a outra parte a fazer a “caravana” andar, mas outras alturas haverão em que os papéis de invertem.
 


Só é preciso amor

A ideia é bonita e romântica, sim, não há como negar. Mas é utópica. Não se iluda, um casamento saudável vai precisar de mais do que simplesmente amor para prosperar. Respeito, boa comunicação, química, compreensão… são apenas algumas das coisas que um casal precisa para um casamento saudável e feliz.




As coisas vão melhorar quando tiverem um bebé

Muitas vezes, quando os casais atravessam por dificuldades no casamento, são levados a acreditar que um filho pode ser uma esperança para salvar a relação. Ter um filho é algo sério, que deve ser ponderado e desejado pelos dois. Caso contrário, só vai implicar mais stresse e pressão para o casal e, no final, vai agravar ainda mais os problemas do casal.



Nunca vão para a cama zangados

Ao contrário do que possam dizer, este é um daqueles conselhos algo... absurdos. É certo que ninguém gosta de ir dormir chateado, mas por vezes as discussões e os problemas não se resolvem sem mais nem menos. Por vezes, é preferível deixar os ânimos arrefecerem para que o casal possa ter uma conversa calma no dia seguinte. 



Os opostos atraem-se

Sim e não. Se no início esta “oposição” pode ser estimulante, a longo prazo pode ser motivo para conflitos à espera de acontecer. O ideal é que nesta oposição de feitios e personalidades é bom que existam gostos e pontos em comum.

 


O/a seu/sua parceiro(a) tem que suprir todas as suas necessidades

Mas afinal está casado com a sua cara-metade ou com um empregado? A ideia do casamento é que cada parte do casal tenha as suas próprias necessidades e saibam compartilhá-las com o parceiro, sem que isso passe a ser uma cobrança.



Amor não é uma escolha, é um sentimento

Sim, e é algo maravilhoso. Mas também acarreta escolhas, quanto mais não seja na forma como se decide demonstrar esse amor.

Sim, algumas das verdades sobre o casamento que lhe têm dito e estão totalmente erradas. Em vez de ir pelo que os outros dizem, seja o seu próprio conselheiro e encontre o caminho certo para a sua relação.

Veja também: