6 pequenos gestos para viagens mais simples

Planear uma viagem pode tornar-se numa tarefa tão complicada que afasta qualquer vontade que se tenha de viajar: conheça as nossas sugestões e simplifique!

6 pequenos gestos para viagens mais simples
6 dicas para facilitar uma viagem

Tornar as viagens mais simples consegue aumentar o prazer que retira desses momentos de descoberta e aventura. Não se deixe enredar nas complicações normais de quem exagera no planeamento das viagens, acabando por torná-las pequenas torturas. Para se divertir e relaxar é necessário descomplicar. Siga as nossas 6 dicas para tornar as suas viagens mais simples.


Viajar sem complicações: 6 passos fundamentais


1. Viajar fora da época alta

Procure sempre tirar férias fora da época alta; a primeira razão é óbvia: é muito mais barato. Mas talvez não seja essa a principal vantagem de viajar nas outras épocas, pois evitando a época alta será muito mais fácil para percorrer os locais de destino, conseguindo usufruir de visitas, passeios, entradas e experiências sem ter de aguardar a sua vez numa fila infindável.

Na época baixa, até os habitantes locais estão com mais tempo e paciência para receber e conversar com os turistas. Finalmente, e não de somenos importância: imagine as fantásticas fotografias que conseguirá tirar sem ter como pano de fundo multidões de turistas.



2. Viajar em negócios

Qualquer desculpa é boa para se tornar num turista ocasional. Mesmo que o motivo da sua viagem seja o trabalho, não desperdice a oportunidade e faça pequenos passeios no tempo que tiver disponível. A experiência laboral sairá a ganhar por conseguir aliar-lhe sentimentos positivos próprios de quem anda despreocupadamente a passear.

Se não vai viajar em trabalho, por que não tentar ser turista na sua cidade de todos os dias? Aproveite a hora de almoço e vá fazer uma caminhada diferente: veja monumentos e museus por onde passa todos os dias, olhe-os com olhar de viajante e transforme completamente o sua rotina.



3. Não esquecer a água

Quer viaje de carro, autocarro, bicicleta ou mesmo a pé, é fundamental que leve sempre uma garrafa de água. Manter a hidratação do corpo é essencial para conseguir manter-se saudável, livre de dores de cabeça e com vontade de se divertir. Aproveite e faça-se acompanhar também de umas barras de cereais caseiras ou algumas peças de fruta para que possa fazer um lanche rápido. Encontrar um local para poder comer e beber qualquer coisa pode nem sempre ser fácil e isso trará alguma ansiedade ao seu passeio: evite-a.



4. Viajar com uma mala só

Evite levar muitas malas numa viagem. Se pensar bem, não precisa assim de tantas coisas durante uma viagem. Reduza roupa e acessórios ao mínimo e isso simplificará todas as etapas da sua viagem. Fazer check-in, andar de um lado para o outro, desfazer e fazer as malas, entrar no taxi: tudo isto será muito mais simples se se fizer acompanhar de apenas uma mala.



5. Camuflar-se

Conhecer a cultura e os hábitos das pessoas dos locais de destino é um dos principais objetivos e vantagens de viajar. Para isso, o melhor é tentar misturar-se com os habitantes locais: vá a um café concorrido e fique algum tempo a apreciar o movimento, use o metro ou outros transportes públicos, passe num supermercado ou leia o jornal local. Observar ou conversar com as pessoas é a melhor forma de ficar a conhecer um destino de férias.



6. Colocar os seus interesses no centro da viagem

Quaisquer que sejam os seus interesses e gostos pessoais, tente incorporá-los na viagem. Não faça visitas por obrigação: faça visitas que lhe interessem. Se gosta de literatura, procure conhecer os locais que serviram de cenário aos romances que mais o apaixonaram; se gosta de desporto, visite os estádios palco das maiores vitórias; se gosta de tecnologia, encontre os locais mais high-tech da região; se gosta de arquitetura, encante-se com os edifícios. Centrar a viagem nos seus interesses aumentará o seu entusiasmo e facilitará todas as atividades.

Tornar as viagens mais simples é afinal muito mais fácil se conseguir deixar de lado as infindáveis preocupações com aspetos que, na verdade, são pouco importantes. Relaxe e aproveite!

Veja também: