Aumentos do IMI podem ir até 500%

O IMI vai aumentar e as faturas vão começar a chegar a casa dos portugueses. Saiba até quanto podem ir os aumentos.

Aumentos do IMI podem ir até 500%
As faturas vão começar a chegar a casa dos portugueses

O IMI vai aumentar e os aumentos não vão ser razoáveis, podendo mesmo ir até aos 500%. Estes aumentos advêm essencialmente do processo de reavaliação das casas que decorreu entre 2011 e 2012 e que “deixou de contar com a cláusula temporária que travava os aumentos”.

Nos próximos dias, os proprietários vão começar a receber as notificações para pagar este imposto, já com os aumentos considerados. Lê-se em notícia que, “desta vez, os proprietários não vão poder contar com a cláusula de salvaguarda que, nos últimos dois anos, limitou a um máximo de 75 euros o aumento do imposto para as casas reavaliadas”.

A verdade é que em média, “a fatura a pagar em 2015 será entre 35% e 40% mais cara. Mas, em alguns casos, os aumentos vão chegar até aos 500%”.

FIQUE ATENTO:
Se quer receber mais notícias gratuitas como esta, basta registar-se no E-Konomista. Toda a informação sobre impostos actualizada ao minuto.
Domingues de Azevedo, Bastonário da Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas (OTOC), revela que "depois da reavaliação dos imóveis, o agravamento médio do IMI deveria rondar 350% a 400%, mas a cláusula de salvaguarda ajudou a diluir estes aumentos. Agora, prevê-se uma subida média na ordem dos 35% a 40%”. No entanto, embora a esperança de que os aumentos não excedam muito estes valores, o Bastonário admite que “há exemplos de agravamentos bem acima dos valores de 40%.

Exemplo disso são os prémios comprados no ano de 2000, que já irão sofrer um aumento significativo”.

Os pagamentos terão de ser efetuados já em abril.


Veja também: