Bancos Portugueses: Dependentes do Financiamento do BCE em mais 21.5%

Os bancos portugueses cada vez mais dependem do financiamento por parte do Banco Central Europeu, tendo no período de um ano aumentado cinco vezes.

Bancos Portugueses: Dependentes do Financiamento do BCE em mais 21.5%

Os constantes pedidos de empréstimo ao BCE mostram bem as dificuldades em aceder ao mercado monetário interbancário.

 

Em Junho, a subida percentual face ao mês anterior tinha sido de 12%; já no final do mês de Julho verificou-se um aumento de 21,5%, tendo atingido o valor de 48.833 milhões de euros.

 

No entanto, é de frisar que esta excessiva procura de empréstimos junto do BCE não é prática única dos não é prática única dos bancos portugueses, já que outros sistemas financeiros europeus, como a Grécia, Irlanda e Espanha, também recorrem a este organismo.

 

Para ficarmos com um termo de comparação e percebermos o quanto este financiamento tem aumentado, podemos dizer que o montante até agora captado já representa um terço do PIB nacional; além disso, no mesmo mês de Julho de 2009, o montante de financiamento do BCE aos bancos portugueses foi de apenas 9,3 mil milhões de euros, o que mostra bem a nossa fragilidade e dependência face à autoridade monetária europeia.

 

Veja também: