Publicidade:

As bicicletas partilhadas oBike estacionaram em Lisboa

A oBike já chegou à capital com cerca de 350 bicicletas para os lisboetas – e não lisboetas – partilharem. O serviço custa 50 cêntimos por 30 minutos.

As bicicletas partilhadas oBike estacionaram em Lisboa
50 cêntimos por 30 minutos

A oBike é um sistema de bicicletas partilhadas que chegou recentemente a Lisboa. Nascido pelas mãos de uma startup de Singapura, a oBike assume-se como um serviço inovador: não possui estações fixas, possui preços verdadeiramente aliciantes e ainda tem um sistema de créditos para penalizar maus ciclistas.

oBike a percorrer Lisboa de bicicleta


Em Lisboa, a oBike vai concorrer com a Gira, o sistema de bicicletas partilhadas lançado pela EMEL e pela Câmara Municipal de Lisboa. “Vamos começar com 350 bicicletas em Lisboa e depois vamos ver como as coisas correm. Esperamos que tudo corra muito bem, porque vamos ter as bicicletas perto do rio, que é uma zona muito plana da cidade“, explicou Assaf Amit, responsável pela oBike em Portugal.

Neste novo serviço de bicicletas partilhadas não há estações fixas, mas a vontade da oBike é que estas se mantenham pela zona ribeirinha da cidade, entre Belém e Santa Apolónia. Para utilizar o serviço basta descarregar a aplicação disponível para o smartphone.

Após a viagem, é possível pagar o serviço através do cartão de crédito – à semelhança de muitos dos serviços atuais. O custo da viagem está fixado em 50 cêntimos por 30 minutos, mas pode variar consoante os pontos que cada utilizador tem na sua conta. Começando com 100 pontos, estes vão sendo ganhos ou perdidos consoante o comportamento do ciclista.

Veja também: