Caldas da Rainha recebe World Press Cartoon em 2017

O World Press Cartoon (WPC), salão português de desenho de humor na imprensa, vai realizar-se este ano nas Caldas da Rainha com o apoio financeiro do município.

Caldas da Rainha recebe World Press Cartoon em 2017
A cidade recebe o certame este ano

“Fizemos uma proposta à autarquia e apresentámos um caderno de encargos que, depois de algumas afinações, deu lugar a um contrato assinado na segunda-feira e que nos permite encarar a edição de 2017 com otimismo”, disse à agência Lusa o cartoonista António, organizador do World Press Cartoon (WPC).

Depois de em 2016 ter sofrido um interregno, não se realizando devido à “falta de condições financeiras”, o salão português de desenho de humor na imprensa prepara agora, “para o início do verão” a exposição de obras de caricaturistas escolhidas entre os melhores desenhos publicados na imprensa mundial.

Até lá, “será feita uma pré-seleção de obras, cujo limite de aceitação será 15 de março, e, no início de abril, o júri reunirá, nas Caldas da Rainha, para deliberar”, adiantou António Antunes.

As obras selecionadas serão “emolduradas e trabalhadas para integrarem um catálogo”, mantido em segredo até à cerimónia de entrega dos prémios, prevista “para o dia 10 de junho, no Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha”, onde, segundo o organizador, a exposição "World Press Cartoon" deverá ficar patente “durante cerca de dois meses”.

O evento “manterá este ano o modelo de prémios monetários”, entre os quais um Grande Prémio de dez mil euros para o vencedor da edição.

O World Press Cartoon, que se realizava em Sintra, desde 2005, mudou-se em 2014 para Cascais e sofreu, em 2015, uma redução no valor monetário dos prémios, que ascendem a um total de 25 mil euros.

Segundo o presidente da Câmara das Caldas da Rainha, Fernando Tinta Ferreira, o apoio da autarquia é de “180 mil euros mais IVA, independentemente de outros apoios que possam ser angariados”.

A intenção do autarca é “renovar o protocolo por vários anos e consolidar este evento mundial nas Caldas da Rainha”, aproveitando “a influência de Bordalo Pinheiro e visando que a cidade evolua para a Capital da Caricatura”. 

Veja também: