Crédito habitação: Prestação mais cara

O Banco Central Europeu (BCE) anunciou que as taxas de juro devem já subir no próximo mês, o que provocou os aumentos dos futuros da Euribor, levando ao aumento da prestação da casa até ao fim do ano. Prepare-se para pagar mais pelo seu crédito habitação.

Crédito habitação: Prestação mais cara

Aquilo de que tanto se falava está prestes a acontecer. As prestações das casas devem estar prestes a subir e pesar mais 15% no orçamento dos portugueses.

Foi ontem que o BCE anunciou a primeira subida da taxa de referência para a Zona Euro já para Abril, quando se tratava de uma taxa que se mantinha a 1% há já quase 2 anos. A taxa de referência para a Zona Euro, para melhor percebermos aquilo de que estamos a falar, é digamos, o preço do dinheiro.

Este anúncio do BCE influenciou as perspectivas dos analistas que já prevêm mais aumentos este ano, assim como também influenciou os mercados, já que os futuros das taxas Euribor dispararam de imediato, influenciando os créditos habitação.

Espera-se que a Euribor a 3 meses passe a 2,15%, bastante acima da taxa de 1,087%, taxa a que esteve no mês passado.

Se considerarmos um empréstimo de 150 mil euros a 30 anos, se estivessemos em Abril do ano passado a prestação seria de 551,1€. No próximo mês nas mesmas condições, a prestação está 48€ acima do ano anterior, com uma prestação de 598,8€.

Alguns analistas acreditam que as subidas das taxas de referência da Zona Euro ainda vão aumentar mais ao longo do ano, o que irá provocar aumentos nas prestações das casas ainda este ano e ao longo de 2012.

Se para as famílias está complicado, então para as pequenas empresas ainda mais, pois até agora já se queixavam das dificuldades no acesso ao crédito junto dos bancos, sendo que a partir de agora o acesso será ainda mais restrito.