Economia portuguesa continua a dar sinais de retoma

A economia portuguesa continua a crescer, embora muito gradualmente. Um dos principais motivos para estes resultados deve-se ao aumento interno do consumo das famílias.

Economia portuguesa continua a dar sinais de retoma
Dados divulgados pelo INE são animadores
  • As famílias têm aumentado o consumo interno

Espaços coworking para pequenas empresas e freelancers

A economia portuguesa continua a dar sinais de retoma e prova disso são os dados que agora chegam divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Segundo o próprio, e economia portuguesa cresceu 0,2 por cento no terceiro trimestre, comparando com o primeiro trimestre. Em relação ao mesmo período do ano passado, cresceu 1 por cento, o que são dados animadores após um longo período de recessão.
 
Pode ler-se em notícia que "o Produto Interno Bruto (PIB) registou, em termos homólogos, um aumento de 1 por cento em volume no terceiro trimestre de 2014, após a variação de 0,9 por cento observada no segundo trimestre, de acordo com a estimativa rápida das contas nacionais trimestrais".
 
Esta onda positiva reflectida nos dados da economia portuguesa deve-se muito ao facto das famílias terem aumentado o consumo no terceiro trimestre do ano. Este foi sem dúvida o principal contributo para que o país tenha crescido na riqueza estimada.
 
Mas as boas notícias não se ficam por aqui. A zona euro também registou um crescimento de 0,2 por cento no primeiro trimestre do ano, dados que ficaram acima do crescimento de 0,1 por cento no trimestre anterior.
 
No entanto, é importante ressalvar que estes dados divulgados pelo INE e pelo Eurostat, são estimativas rápidas relativas ao terceiro trimestre, não substituindo “a divulgação habitual das Contas Nacionais Trimestrais”, essas sim divulgadas no próximo dia 28 de Novembro.
 
Veja também: