Emissões poluentes nos Volkswagen são sinónimo de multa pesada

A Volkswagen terá de desembolsar cerca de 15 mil milhões de euros aos EUA por este escândalo.

Emissões poluentes nos Volkswagen são sinónimo de multa pesada
Uma fatia deste valor vai para o bolso dos proprietários.

O preço a pagar por esta atrocidade provocada pela marca de automóveis alemã já é conhecido. Nada mais nada menos do que 15 mil milhões de euros. Este valor surge com base na indeminização aos proprietários dos veículos, para que estes possam recomprar os automóveis afetados pela poluição. Além do valor de mercado dos carros, os proprietários recebem ainda um valor de cerca de 10 mil dólares pelos transtornos pessoais. A Volkswagen terá ainda de contribuir com cerca de 3 milhões de dólares de multa aos Estados Unidos para questões relacionadas com o meio ambiente.

Estima-se que a Volkswagen terá de substituir cerca de 480 mil automóveis a gasóleo que circulam em solo norte americano.

Todavia, a conta pode não se ficar por aqui. Isto porque faltam ainda apurar as consequências da ocorrência em vários outros países afetados. Prevê-se que o encargo financeiro aponte para a ordem dos 55 mil milhões de euros. Este pode ser, portanto, um dos maiores acordos alguma vez visto entre as autoridades e uma construtora automóvel. Mas ainda há mais. Está estipulado que caso a empresa não consiga retirar no mínimo 85% dos automóveis infetados de circulação e caso não os substitua por outros veículos novos até 30 de junho de 2019, a Volkswagen terá de suportar mais um gasto. E não se trata de coisa pouca. São nada mais nada menos que mais 85 milhões de euros a acrescentar a esta fatura astronómica.

Todos estes descuidos prejudicam a saúde das pessoas e também, pelas graves punições a que está sujeita, a saúde financeira da própria empresa. Por isso, espera-se que a Volkswagen tenha aprendido a lição e que não torne a repetir a graça no futuro. 


Veja também: